sábado, 20 de novembro de 2010

Cimeira da Nato em Portugal - Um Propósito para o Fim da Guerra no Mundo


Realiza-se em Lisboa nestas sexta e sábado a cimeira da Nato, que vai reunir quase 60 chefes de Estado e de governo do mundo. Ao mesmo tempo vai ocorrer ainda uma cimeira Europa/América e um encontro entre a NATO e a Rússia.

A cimeira de Lisboa pretende definir um novo conceito estratégico da Nato que defina a sua acção à luz da nova ordem mundial, num momento em que a Aliança Atlântica está atolada no Afeganistão e sem soluções à vista para uma guerra que não tem data para acabar.

A Nato quer alterar o antigo conceito de uma aliança defensiva, norte-americana e europeia, para projectar-se no mundo como uma força militar capaz de intervir em qualquer lugar do planeta.

Com um poderio militar arrasador, contando, embora não formalmente, com uma presença em todo o mundo através das mais de setecentas bases dos EUA, a NATO reflecte a hegemonia norte-americana no mundo e age em função dos seus interesses estratégicos.

Neste dossier, discutimos a relação de Portugal com a Nato, a evolução da aliança diante dos objectivos do capitalismo global, e procuramos fazemos o ponto da situação da guerra do Afeganistão, com a ajuda de autores portugueses e internacionais.

Fonte: dossier | 16 Novembro, 2010 - 15:42

.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010





Seu coração pode não estar no mesmo ritmo que você.

Nos últimos tempos, é cada vez mais comum ouvirmos falar de um grave problema conhecido como Morte Súbita. O que na maioria das vezes não é dito, é que este tipo de morte está associado, em grande parte dos casos, às Arritmias Cardíacas.

Por isso, a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas – SOBRAC - criou a Campanha Coração na Batida Certa www.arritmiasemortesubita.org.br, que tem como objetivo conscientizar a população a respeito da existência, relevância e modo de prevenir os fatores de risco para o desenvolvimento de arritmias cardíacas e morte súbita, além de disseminar e implementar diretrizes e guias práticos para o melhor atendimento de suas ocorrências.



A campanha também tem como meta gerar recursos para aquisição, doação e instalação de equipamentos de desfibrilação externa automática – DEA – em aeroportos, academias, clubes, estádios e shopping centers, por meio dos Centros de Referência Médica presentes nas principais cidades do Brasil.

A campanha elegeu como alerta para suas atividades o dia 12 de novembro, data em que diversas atividades são realizadas em nível nacional, com o apoio de associados e serviços especializados.










O que são arritmias cardíacas?

O coração normal trabalha com a batida certa, isto é, seqüência de batidas com ritmo. Quando isso não acontece, temos as chamadas Arritmias Cardíacas. Existem diferentes tipos de Arritmias Cardíacas, como aquelas em que o coração bate rápido (taquicardia), lento (bradicardia) ou apenas com irregularidade.

Qual a gravidade?

Em geral, as Arritmias Cardíacas graves ocorrem em pessoas que possuem doenças do coração, tais como infarto e “coração inchado” (exemplo: Doença de Chagas). Por outro lado, pessoas saudáveis também podem ter Arritmias Cardíacas. Estas podem não interferir nas atividades do dia-a-dia e não provocar sintomas, mas podem ameaçar a vida. Até atletas podem ter esse tipo de arritmia.

Quais são os sintomas?

Os sintomas mais comuns são: palpitações ou “batedeiras”, desmaios e tonturas. Em outros casos, pessoas com Arritmias Cardíacas podem apresentar: confusão mental, fraqueza, pressão baixa e dor no peito.

Muitas vezes, as Arritmias Cardíacas não provocam sintomas e, por isso, grande parte da população desconhece seus riscos. A falta de informação é um dos principais fatores que podem levar a uma fibrilação ventricular. Esta arritmia grave, também chamada de parada cardíaca, não permite o bombeamento normal do sangue e só é tratada com choque elétrico que pode ser dado por um aparelho chamado desfibrilador externo automático (DEA). Se este atendimento não for realizado com rapidez, a parada cardíaca pode levar à Morte Súbita.

O que é morte súbita?

É a morte instantânea, inesperada, repentina e não-acidental. Na maioria das vezes, a Morte Súbita é de origem cardíaca.

Quem está sujeito às arritmias cardíacas e morte súbita?

Qualquer pessoa está sujeita às Arritmias Cardíacas e Morte Súbita, inclusive atletas. Elas podem ocorrer em qualquer faixa etária, mesmo em recém-nascidos, mas a maior porcentagem de ocorrência está em pessoas que possuem doenças cardíacas ou já sofreram parada cardíaca, bem como aqueles que têm histórico de Morte Súbita na família (pais e irmãos).

Como prevenir as arritmias cardíacas e morte súbita?

Procure seu cardiologista e faça todos os exames que forem indicados. O tratamento e a prevenção de doenças do coração são a melhor forma de evitar as Arritmias Cardíacas.

Como tratar?

Depois de feito o diagnóstico pelo cardiologista ou clínico, você poderá ser encaminhado a um especialista em Arritmias Cardíacas, que tem condições de escolher o melhor entre os 4 tratamentos disponíveis hoje:

  • Tratamento com remédios;
  • Ablação (espécie de cateterismo);
  • Colocação (implante) de marca-passo;
  • Colocação (implante) de desfibrilador interno.

Estes tratamentos ajudam as pessoas a viver mais e melhor. Em alguns casos, é necessário combinar dois ou mais tratamentos.

Qual é o acesso a esses tratamentos?

Os tratamentos para Arritmias Cardíacas podem ser feitos, gratuitamente, pelo SUS – Sistema Único de Saúde. A maioria dos planos de saúde também dá cobertura a esses tratamentos. Procure informações. Faça valer seus direitos.

A SOBRAC

A Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) é uma entidade médica sem fins lucrativos, afiliada à Sociedade Brasileira de Cardiologia, que reúne os especialistas na área das Arritmias Cardíacas. Mais informações em www.sobrac.org

Conheça a campanha em detalhes aqui www.arritmiasemortesubita.org.br

Previna-se!
Saúde em primeiro lugar!

Abraços

Edna MarS
Grupos ARTFORUM MUNDI & ARTFORUM BRASIL XXI






sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Nos dias 5 e 6 de novembro o SBT e a AACD promovem a 13ª edição do Teleton,
maratona televisiva com o objetivo de arrecadar recursos para o
tratamento e reabilitação de pacientes atendidos nas 9 unidades
construídas com a colaboração da sociedade desde sua primeira edição, em
1998.


Coletiva de imprensa do Teleton 2010 (Foto: Roberto Nemanis/SBT)
Embora
o programa aconteça ao vivo durante apenas dois dias, a preparação
começa bem antes. Por cerca de 8 meses, a equipe da atração se organiza
para realizar a maratona, que conta com mais de 500 pessoas envolvidas
direta e indiretamente.

Já estão confirmadas para a maratona de solidariedade as presenças de Hebe Camargo, Eliana, Adriane Galisteu, Ivete Sangalo, Celso Portiolli, Ratinho, Banda Cine, Wanessa, Grupo Revelação e muitos outros.

Os fãs da música sertaneja também podem comemorar. Bruno e Marrone, César Menotti e Fabiano, Daniel, Fernando e Sorocaba, Hugo Pena e Gabriel, João Neto e Frederico, Marcos e Belutti, Paula Fernandes e Victor e Léo, que este ano irão apresentar uma parte do programa, estão entre os artistas que animarão a festa.


Victor e Léo cantam na edição de 2009 (Foto: Roberto Nemanis/SBT)
A abertura será comandada por Silvio Santos na noite do dia 5 de novembro e contará com a presença da madrinha do projeto, Hebe Camargo, e da cantora Claudia Leitte, que estreia como apresentadora no programa. Além deles, mais de 70 artistas se revezarão no palco.


Silvio Santos na edição de 2009 do Teleton (Foto: Roberto Nemanis/SBT)


Claudia Leitte já confirmou presença na edição deste ano (Foto: Roberto Nemanis/SBT)

Nos
últimos anos, o Teleton conquistou um público cativo que contribui para
a AACD alcançar suas meta, que em 2010 é de R$20 milhões. As doações
serão destinadas à construção de mais uma unidade. No ano passado, a
maratona atingiu R$ 19.355.137 e o dinheiro está sendo utilizado para a
construção do ARCD de Poços de Caldas (MG). Só em 2009, a AACD realizou
1.347.777 atendimentos, dentre cirurgias, consultas e terapias.

As doações podem ser feitas pelo telefone e internet. Veja como doar:




Teleton vai ao ar nos dias 5 e 6 de novembro, no SBT!

Não fique de Fora! Participe!!!!!

♥Dr.Edna Mars
Grupos ARTFORUM MUNDI & ARTFORUM BRASIL XII

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Campanha publicitária do Citibank espalhada pela cidade de São Paulo através de Outdoors:


Campanha publicitária do Citibank espalhada pela cidade de São Paulo através de Outdoors:

"Crie filhos em vez de herdeiros."
"Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete."
"Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela."
"Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama."
"Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas."
"Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?"
"Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos."
"Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas..."
"...e quem sabe assim você seja promovido a melhor (amigo / pai / mãe / filho / filha / namorada / namorado / marido / esposa / irmão / irmã.. etc.) do mundo!"
"Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos."


E para terminar, mensagem afixada na parede de uma farmácia:

"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz.
Assim, ele saberá o valor das coisas e não o seu preço."

Abraços Cordiais a Todos!

Edna MarS
*

Estou fazendo minha parte


- Brasileiro é um povo solidário. Mentira. Brasileiro é babaca.
Eleger para o cargo mais importante do Estado um sujeito que não tem escolaridade e preparo nem para ser gari, só porque tem uma história de vida sofrida;
Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dar esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza;
Aceitar que ONG's de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade. ..
Não protestar cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito, não é coisa de gente solidária.
É coisa de gente otária.
- Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão.

Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada.
Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai.
Brasileiro tem um sério problema.
Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo.

- Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira.

Brasileiro é vagabundo por excelência.
O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo.
Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo.
- Brasileiro é um povo honesto. Mentira.

Já foi; hoje é uma qualidade em baixa.
Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso.
Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça.


- 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira..

Já foi.
Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando da
Guerra do Paraguai ali se instalaram.
Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime.
Hoje a realidade é diferente.
Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como 'aviãozinho' do tráfico para ganhar uma grana legal..
Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas.
Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas.

- O Brasil é um pais democrático.. Mentira.

Num país democrático a vontade da maioria é Lei.
A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente.
Num país onde todos têm direitos mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia.
Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita.
Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores).
Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar.

Democracia isso? Pense !

O famoso jeitinho brasileiro.
Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira.
Brasileiro se acha malandro, muito esperto.
Faz um 'gato' puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar.
No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto.... malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí?
Afinal somos penta campeões do mundo né?? ?
Grande coisa...

O Brasil é o país do futuro. Caramba , meu avô dizia isso em 1950. Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos.
Dessa vergonha eles se safaram...
Brasil, o país do futuro !?
Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo.

Deus é brasileiro.
Puxa, essa eu não vou nem comentar....

O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias nos jornais a manchete da vitória do governo mais sujo já visto em toda a história brasileira.
Para finalizar tiro minha conclusão:


O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente.
Aí sim, teremos todas as chances de ser a maior potência do planeta.
Afinal aqui não tem terremoto, tsunami nem furacão.
Temos petróleo, álcool, bio-diesel, e sem dúvida nenhuma o mais importante: Água doce!

Só falta boa vontade, será que é tão difícil assim?

FAÇA A SUA PARTE (SE QUISER)
Arnaldo Jabor*

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

AGENDA - ARTES SIMPLES DE TEATRO*


erça-feira, 31 de agosto de 2010


AGENDA DO GRUPO - SETEMBRO DE 2010

* 5,6 e 7 de setembro - Festival de Teatro de Juiz de Fora - MG (Mostra Competitiva)

* 11 de setembro - FOMENTO AO TEATRO: Estréia espetáculo "A FESTA" - Temporada aberta ao público no Pólo Cultural de Heliópolis - Sábados e Domingos as 16 hs - até o dia 02 de outubro

* 12 de setembro - FOMENTO AO TEATRO: Cortejo de Chamamento para a temporada - 11 hs - Heliópolis e apresentação e temporada aberta ao público - Pólo Cultural de Heliópolis - 16 hs

* 13 de setembro - FOMENTO AO TEATRO: Apresentação do espetáculo "A FESTA" na CEI Paulo Freire, 14 hs - Heliópolis

* 14 de setembro - VOCACIONAL APRESENTA: Apresentação do espetáculo "A FESTA" no Centro da Juventude Ruth Cardoso - Vila Nova Cachoeirinha - as 20 hs - para adultos

* 18 e 19 de setembro - FOMENTO AO TEATRO: Temporada aberta ao público - Pólo Cultural de Heliópolis - 16 hs

* 20 e 21 de setembro - Festival de Teatro Catanduva

* 25 e 26 de setembro - FOMENTO AO TEATRO: Temporada aberta ao público - Pólo Cultural de Heliópolis - 16 hs

* 27 de setembro: FOMENTO AO TEATRO: Apresentação do espetáculo "A FESTA" em Heliópolis - Local a confirmar

- PARTICIPEM!!!

Abraços à Todos,
Edna Santana*

Um pouco da História 7 de setembro Independência do Brasil


Da Redação
Em São Paulo

No dia 7 de setembro de 1822, o príncipe regente dom Pedro, irritado com as exigências da corte, declarou oficialmente a separação política entre a colônia que governava e Portugal. Em outras palavras, ele proclamou a Independência do Brasil.

Um mês depois, mais precisamente em 12 de outubro de 1822, dom Pedro foi aclamado imperador e, em 1º de dezembro, coroado pelo bispo do Rio de Janeiro, recebendo o título de dom Pedro 1º.

Resumidamente, a conquista da independência do nosso país poderia ser contada dessa forma, mas a história não é tão simples assim. Começa realmente com o enfraquecimento do sistema colonial e a chegada da corte portuguesa ao Brasil (1808) e só termina em 1824, com a adoção da primeira Constituição brasileira.

Os motivos da separação
Entre os séculos 18 e 19, cresceram no Brasil as pressões externas e internas contra o monopólio comercial português e a cobrança de altos impostos numa época de livre comércio.

Diversas revoltas - a exemplo da Inconfidência Mineira, Conjuração Baiana e a Revolta Pernambucana de 1817 -, aliadas à Revolução Francesa e à independência dos Estados Unidos, provocaram o enfraquecimento do colonialismo e reforçaram o liberalismo comercial no Brasil. Em 1808, com a abertura dos portos, o Brasil passou a ter mais liberdade econômica e, com sua elevação à categoria de Reino Unido, deixou de ser, formalmente, uma colônia.

Em 1820, a burguesia portuguesa tentou resgatar sua supremacia comercial, promovendo a Revolução Liberal do Porto. No ano seguinte, o parlamento português obrigou dom João 6º a jurar lealdade à Constituição e a voltar para Portugal. Seu filho dom Pedro foi deixado no Brasil, na condição de príncipe regente, para conduzir uma eventual a separação política.

O rompimento
As pressões contra o controle de portugal cresceram na colônia, e a metrópole passou a exigir a volta de dom Pedro. O príncipe deu sua resposta a Portugal no dia 9 de janeiro de 1822 (Dia do Fico), com a célebre frase "Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, diga ao povo que fico".

Iniciou-se um esforço político por parte dos ministros e conselheiros de dom Pedro, pela permanência dos vínculos com Portugal, mantendo um pouco de autonomia para o Brasil. Queriam uma independência sem traumas, mas as críticas ao colonialismo ficaram insustentáveis. Dom Pedro, então, se viu pressionado a oficializar o rompimento.

Foi assim que, em 3 de junho de 1822, dom Pedro convocou a primeira Assembléia Constituinte brasileira. Em 1º de agosto, declarou inimigas as tropas portuguesas que desembarcassem no Brasil e, dias depois, assinou o Manifesto às Nações Amigas, justificando o rompimento com as cortes de Lisboa e garantindo a independência do país, como reino irmão de Portugal.

Em represália, os portugueses anularam a convocação da Assembléia Constituinte brasileira, enviaram tropas à colônia e exigiram o retorno imediato do príncipe regente a Portugal. No dia 7 de setembro de 1822, durante uma visita a São Paulo, nas proximidades do rio Ipiranga, dom Pedro recebeu uma carta com as exigências das cortes e reagiu proclamando a independência do Brasil. Bahia, Maranhão e Pará, que tinham juntas governantes de maioria portuguesa, só reconheceram a independência em meados do ano seguinte, depois de muitos conflitos entre a população e os soldados portugueses.

No início de 1823, houve eleições para a Assembléia Constituinte que elaboraria e aprovaria a Carta constitucional do império brasileiro, mas, em virtude de divergências com dom Pedro, a Assembléia logo foi fechada. A 1ª Constituição brasileira foi, então, elaborada pelo Conselho de Estado e outorgada pelo imperador em 25 de março de 1824.

Com a Constituição em vigor, a separação entre a colônia e a metrópole foi finalmente concretizada. Mesmo assim, a independência só é reconhecida por Portugal em 1825, com a assinatura do Tratado de Paz e Aliança entre Portugal e Brasil, por dom João 6º.

*Fonte: Almanaque Abril, Fovest e Enciclopédia da Folha

Base de foguetes no Maranhão


07/09/2010 - 11h28
Base de foguetes no Maranhão já pode ser construída

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) anunciou, em seu site, a aprovação da segunda fase de construção da base de lançamento de foguetes em Alcântara, no Maranhão.

Em abril deste ano, o órgão havia emitido licença provisória para a implantação do complexo.
As estruturas ténicas e da torre de lançamento, posto de comando e área de armazenamento de componentes de propelentes já podem ser erguidos.

O projeto, chamado de Complexo Terrestre Cyclone 4, é um empreendimento binacional que envolve os governos do Brasil e da Ucrânia.

O licenciamento ambiental, assinado pelo presidente do Ibama, Abelardo Bayma, começou no ano passado.


-Uma observação...

"Que prejuízos a mais nossas terras e nossa gente,
receberão pela aprovação desse Projeto!?"

Há que se pensar...
Abraços á Todos!

Edna MarS*

sábado, 10 de julho de 2010

Domingo Aéreo em Agosto na Academia da Força Aérea Pirassununga SP-Participem! Entrada Franca!




...E Mais!!!
Para quem deseja Atualizar-se no Mundo Aéreo...Tem Festa em GOIAS Tambem!!!

Confira:



...Comemorando com bom Gosto os 72 Anos do Aeroclub Goias!
apoio dos Grupos ARTFORUM BRASIL na divulgação dos eventos!


Participem!!
Abraços Cordias á Todos!

Edna MarS
ARTFORUM BRASIL_SP

sexta-feira, 25 de junho de 2010

[Gasparetto RJ ] Evento "As Mensagens da Água"‏

Olá amigo!

O Espaço Vida & Consciência Rio convida para o evento do Dr Masaru Emoto. Nós também estaremos lá, com livros e cds do Gasparetto.

Você pode adquirir seu ingresso aqui em nosso Espaço!
GLORIA_RJ:
Espaço Vida & Consciência
(Centro de Estudos Gasparetto)
Rua Santo Amaro ,119
(021) 3509-0200

Até lá,

Equipe Vida & Consciência Rio.








Participem!

Abraços Harmoniosos a Todos!

Edna Santana
ARTFORUM SP
Grupos Artforum Brasil
* Depto de Arte, Cultura e Exposições

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Espetáculo Teatral- "Um dia Voce vai entender" - Em Cartaz*



Pessoal, estreamos o espetáculo Um dia você vai entender em 12/06 no Teatro Brigadeiro, Avenida Brigadeiro Luiz Antonio, 884 Bela Vista. ficaremos em cartaz lá de 12/06 à 10/07 sempre aos sábados as 17:00 horas. O ingresso na bilheteria do teatro e no site Ingresso.com custa R$30,00 reais inteira e R$15,00 meia, imprimindo esse flyer em anexo e apresentando na bilhetria você paga R$10,00 reais.



Espetáculo Teatral Um dia você vai entender





Em cartaz a partir de 12 de junho, no Teatro Brigadeiro, o espetáculo Um dia você vai entender fala do desejo e amor homossexual, aborda a reação aflita dos pais na fase de descoberta da orientação sexual de seus filhos, discute a homofobia no ambiente escolar e apresenta as diversas variações do comportamento sexual humano, mas, principalmente, salienta a importância do amor independentemente da condição sexual do indivíduo.


Com direção de Filipe Lima e texto de Kiury, a peça é realizada pela Cia teatral Impacto em parceria com a Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT0).


A temporada de “Um dia você vai entender” vai de 12 de junho a 10 de julho, sempre aos sábados, às 17h, no Teatro Brigadeiro (Avenida Brigadeiro Luís Antônio, n° 884, Bela Vista). Ingressos a R$30,00 e R$15,00 (meia-entrada).


Ficha Técnica
Direção: Filipe Lima
Dramaturgia: Kiury



Elenco: Bruno Akimoto; Daniel Ricca; Danilo Silva; Iara Coutinho; Mario Kawata; Natalia Bruscato; Renata Perón; Scoth Phelps e Vanessa Garcia



Figurino: Wellington Mendes



Maquiagem:Teph Bergmann



Cenografia: Caroline Slapelis



Operação de luz: Elton Ramos



Operação de som: Teph Bergmann



Produção geral: Pierre Freitas



Atenciosamente,



Filipe Lima
Direção e produção
11 6584-0925


ciateatralimpacto@hotmail.com

* A Arte e Voce Unidas pela Emoção*
Apoio: GRUPOS ARTFORUM BRASIL & ARTFORUMBLUELIGHT

Edna MarS
*Diretora Artforum Brasil XXI
Saude/Cultura/Ecologia - SP/RJ
www.artforumunifuturobrasil.org

*Universidade Planetária do Futuro
http://projetoartforumuniversidade.blogspot.com
Depto de Saúde Publica e Humanitária

*Assine: Manifesto Verde pela Paz da Humanidade e do Planeta:
http://www.cidadeartesdomundo.com.br/MV.html

*ArtforumBlueLight:
http://ednamars.blogspot.com

*AACD-Assoc. de Assist. à Criança Deficiente
http://comunidadeaacd.ning.com/profile/EdnaMarS

sábado, 12 de junho de 2010

Feliz dia dos Namorados♥

Bom dia!!!
Hoje é 12 de Junho...
Mesmo se só ou acompanhado!o importante é Amar!
Ame a tudo! Ame a Vida! sobretudo Ame a voce mesmo!

Feliz dia dos Namorados!



Abraços carinhosos!
Edna MarS♥

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Uma pausa para o Chá!




Me dou muito bem com as plantas de um modo geral, e é com dedicação que cultivo o hábito de aprender com elas, como se assim pudesse desvendar os segredos guardados na terra e nas sementes. Na prática, este aprendizado me rendeu alguns frutos, alguma experiência, que gostaria de compartilhar com vocês.

Ter um jardim em casa é muito mais fácil do que parece. Mesmo se você mora num quitinete apertado e não leva muito jeito para lidar com espécies vegetais. Encontre uma com seu perfil, escolha um tipo de planta que combine com você, experimente. De cactos a violetas, de orquídeas a samambaias, a presença de vegetação pode tornar sua casa muito mais saudável.

Algumas plantas funcionam como filtros naturais da poluição doméstica, aquela que é gerada por produtos de limpeza, tabaco, fuligem etc. Ráfias, dracenas, filodendros cumprem bem esta função; também as trepadeiras como o jasmim e o guaco limpam o ar e perfumam o ambiente. Não é o máximo ?


Cultive chás e temperos


Várias espécies vegetais são usadas, há milhares de anos, para diversas finalidades: calmantes, estimulantes, cicatrizantes, antissépticos, anestésicos; para afinar o sangue, para encorpar a alma…

Dentre as mais comuns estão as mentas, o alecrim, o manjericão, o orégano, a camomila, a sálvia, o funcho, a pimenta; completamente incorporadas na nossa culinária. São de fácil cultivo embora precisem de muita claridade e, se possível, algumas horas de sol todos os dias. Podem ser plantados em vasos ou floreiras, até mesmo em embalagens reutilizadas, e depois transformadas em aroma e sabor, nas infusões e nos molhos.

A menta, ou hortelã, merece um vaso maior, bem drenado. Serve como estimulante estomacal, redutor de flatulências, vermífigo para crianças e ainda tem poderes de expectoração. Existem muitos tipos diferentes, com pequenas variações na intensidade, todas porém mantém sua característica refrescante.

Manjericão, orégano e manjerona: o trio tempero italiano não pode faltar na sua cozinha. O manjericão, ou alfavaca, é bastante resistente e não decepciona um jardineiro iniciante. Pega facilmente a partir dos galhos novos de plantas adultas, e pode viver até dois anos. Suas pequenas flores são visitadas por abelhas e sua ação antirreumática tem despertado o interesse de cientistas.

O orégano e a manjerona exigem um pouco mais de cuidado, devem ser podadas ou replantadas anualmente, após a floração; como o alecrim, não resistem a solos encharcados, espaços mal-ventilados e sem insolação.



Poderia passar horas discorrendo sobre as ervas e seus poderes medicinais, quase mágicos, mas na prática gostaria de incentivá-los a manter um jardim diversificado e útil, ao mesmo tempo, aromático e medicinal.

Devemos começar a valorizar o meio ambiente em nossas casas, cultivando a diversidade, e experimentando o contato com a terra. O resultado é descobrir o prazer ancestral de dar vida a uma semente, e depois, colher seus frutos.

Horta doméstica



Hortas, de um modo geral, exigem cuidado redobrado: terra adubada, espaço para o crescimento das raízes, e principalmente sol, muito sol. Comece com rabanetes, que dá para colher em 28 dias; pesquise sobre espécies que podem e devem ser plantadas no mesmo canteiro: alelopatia.

No meu sítio fiz uma experiência bastante gratificante plantando morangos e alho, na Sexta-Feira Santa, como manda a tradição. É incrível como este conceito interfere no desenvolvimento e na produção de cada indivíduo. Plantas amigas, inimigas, como assim? Mas é assim mesmo, basta botar reparo e você verá que existe uma relação entre elas, e cada vez mais este conhecimento vem beneficiar nossas colheitas. Atualmente, cultivo morango em vasos – com o frio estão prestes a florir –, aliás, ele é uma excelente opção para canteiros suspensos e ensolarados.

Para encerrar, vale saber que existe muito mato comestível por aí, destaque para as nativas beldroega, azedinha e serralha. Ricas em ferro, rústicas até não poder mais, hoje em dia quase não se conhece. A serralha, por exemplo, nasce em abundância nas calçadas mal-cuidadas, é rica em vitaminas A, D e E, além de fortalecer o sistema nervoso. O mesmo vale para a azedinha e a beldroega, ingredientes da culinária caipira tradicional que beneficiam a nossa saúde.


E certamente porque as ervas fazem tão bem para saúde que os laboratórios investem em pesquisar seus princípios ativos, para sintetizá-los em medicamentos, patenteando o conhecimento dos nossos antepassados e cobrando royalties por isso.

Biopirataria
Este assunto é tão grave que não pode ser tratado em um parágrafo, então deixo aqui apenas uma menção, uma sementinha, para que se dê o devido valor à riqueza da diversidade que a flora brasileira oferece, antes que laboratórios estrangeiros o façam.

Exemplos de registros de marcas e patentes dos nossos recursos estão em toda parte: quebra-pedra, cupuaçu, espinheira-santa, açai, curare. É fundamental considerar a proteção da diversidade genética do nosso país como uma prioridade, e para isso é necessário que a conservação ambiental seja encarada com seriedade, por todos nós.

Fonte: Meio Ambiente-Carol Ribeiro
Ilustração: Edna MarS*

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Participem! Festa Junina na AACD - SP



Evento será realizado em 12 de junho e a renda será revertida para o tratamento das crianças atendidas pela associação

Já em ritmo de São João, a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) promove sábado, 12 de junho, a Festa Junina Solidária 2010 com diversas atrações. E com um diferencial: o tema é a Copa do Mundo.
Realizado há 10 anos, o objetivo do arraial da AACD é arrecadar fundos para o tratamento das crianças. "A verba é voltada para fomentar ainda mais os trabalhos de prevenção, habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência física, além de favorecer a inclusão social desses jovens", explica Celia Costa, coordenadora da administração do Voluntariado.
Além de comidas típicas e brincadeiras com preços convidativos, de R$ 1 a R$ 3, o evento contará também com shows musicais de samba e sertanejo. Já o momento mais aguardado, a tradicional quadrilha, formada por 40 crianças atendidas pela instituição, será apresentada duas vezes, às 14 e às 15 horas.
Nas barracas de alimentação, os visitantes encontrarão mini-pizza, linguiça na brasa, macarrão, cachorro-quente, pão recheado de carne, berinjela, pipoca, algodão-doce, quentão, vinho-quente, doces, sorvetes, refrigerantes, milho e pão de queijo. Já nas barraquinhas de brincadeira, pesca, frango na panela e boca do palhaço. "Vai ser divertido e tenho certeza de que vamos superar o sucesso das edições anteriores", conclui Celia.

A Festa Junina Solidária será na AACD Mooca, na rua Taquari 549, das 10 às 17 horas. A entrada é gratuita.

Fonte: Portal Vida Mais Livre

sábado, 5 de junho de 2010

A UNIVERSIDADE PLANETÁRIA Comemora o dia Mundial do Meio Ambiente e Ecologia

sexta-feira, 4 de junho de 2010

A Universidade Planetária comemora o Dia do Meio Ambiente e Ecologia
No dia 05 de junho comemora-se
o dia do meio ambiente e ecologia.





Nós, dos Grupos Artforum Mundi Planet, Artforum Brasil UNIFUTURO, Artforum Renaissance Vie Universelle e da Universidade Planetária do Futuro - U. P. F. lamentamos, profundamente, um dos maiores desastres ambientais e ecológicos marítimos. O ocorrido no Golfo do México já tem gravíssimos e irreparáveis danos ao planeta! Lamentável!


a>
ARTFORUM BRASIL VERDE + 10
Preservar, cuidar, respeitar e amar.



Golfo do México visto do espaço,
onde aconteceu o vazamento de óleo. (NASA)
O dia do Meio Ambiente foi criado em 1972, a partir de um encontro promovido pela ONU (Organização das Nações Unidas), com o objetivo maior de promover debates sobre temáticas e assuntos ambientais relacionados ao nosso planeta.

Este encontro da ONU reuniu 113 países e 250 organizações não governamentais, na chamada Conferência das Nações Unidas. Todos os participantes seguiram uma pauta que tinha como foco:
-A degradação que o homem tem causado ao meio ambiente
-Os riscos para sua sobrevivência
-A diversidade biológica
-A preservação do meio ambiente
Nessa conferência foram criados diversos documentos relacionados aos problemas do meio ambiente, na perspectiva de uma contribuição ao mundo. Foi organizado um plano de ações que deveriam ser seguidos pelos governos e pela humanidade.


Imagem da NASA Katrina sobre o Golgo do México
O dia do meio ambiente promove centenas e milhares de discussões sobre diversos temas, como a questão crucial das águas do planeta, sobre o solo, poluição, devastação das florestas, dos animais terrestres e marítimos, a destruição da camada de ozônio, das florestas, como o caso da Amazônia, por exemplo, além das políticas dos governos diante dos agravamentos ocorridos neste ano de 2010, com os diversos desastres ambientais no Brasil, no Haiti, no Peru, na Ilha da Madeira, e em tantos outros países, e por último, a devastação e problemas de ordem econômica causado pelo vulcão da Islândia.


Foto da internet
Plataforma de Petróleo.
S.O.S. NATUREZA
Se não houver cuidados extremos as grandes indústrias poderão provocar mais desastres ecológicos e ambientais... Estamos sendo testemunhas da falta de cuidado extremo com a natureza...


O homem matando a natureza...
Em 1974, o Brasil iniciou programas de preservação ambiental, através da Secretaria Especial de Meio Ambiente, para divulgar informações e conscientização sobre a responsabilidade de cada um de nós sobre nossos deveres com a natureza.

Infelizmente, nos dias atuais, os Grupos e Setores que representam o mundo não conseguiram ainda, uma solução e políticas mais abrangentes para a preservação da natureza e do meio ambiente. A cada vez nos damos conta que o planeta não precisa de nós, e sim nós humanos precisamos do planeta. Temos que renovar nossa consciência diante das políticas ecológicas governamentais e dos projetos e alternativas tecnológicas propostas e desenvolvidas pelas organizações da sociedade civil, de grupos, universidades e dos cidadãos que estão comprometios com a ecologia humana, social e ambiental.

A política de reaproveitamento do lixo, por exemplo, é um dos mais importantes meios de preservação do nosso meio ambiente. Mas os investimentos são muito caros, e as medidas adotadas, em sua maioria, ainda precisam ser sistematizadas, para evitar as contaminações decorrentes dos lixos urbanos e dos agrotóxicos.

Devemos exercitar nossa cidadania planetária e elevar as nossas relações com a Mãe Natureza. Todos nós cidadãos devemos continuar fazendo a "Nossa Parte"! Cada um de nós têm projetos, metodologias, forma de demonstrar amor à natureza e contribuir para a construção de caminhos, na perspectiva de um mundo melhor, justo e de preservação da natureza do nosso planeta.


Sejamos Mais que UM, sejamos Mais que DOIS, sejamos MILHÕES! O futuro nos espera e nele estará registrado tudo o que fizermos pela paz, transformação da sociedade e por um "Planeta Vivo"!

Vamos transformar a Universidade Planetária do Futuro, também, em um importante "Parlamento do Meio Ambiente e Ecologia Social", como resultado dos nossos projetos desenvolvidos nas comunidades que criamos no Orkut, em abril de 2007, além do Fórum de Mulheres pela Paz do Planeta.

Comunidades:
*"Escola Ecologia Mandala – Zen"
*"Parlamento de Meio Ambiente e Ecologia Social"
*"Anjos protetores do Planeta".
*"Fórum Internacional de Mulheres do Futuro pela Paz do Planeta".
Esses roteiros metodológicos e projetos foram criados e estão sendo desenvolvidos através do Programa Universidade Aberta do Futuro "Telhados
do Mundo" - 10 anos, que por sua vez foi o método dos Grupos Artforum Mundi Planet e Artforum Brasil XXI UNIFUTURO, para chegarmos ao "Projeto Universidade do Futuro", que recebeu dos seus fundadores, o nome de "Universidade Planetária do Futuro".

Desejamos que nosso amor à humanidade, à natureza e aos animais seja uma ponte especial de novas conexões, novos diálogos e parcerias éticas, que nos ajudarão a construir trilhas e caminhos para um Novo Mundo Melhor. Essa ponte nos ligará ao futuro, onde estaremos representados pelos nossos descendentes e os descendentes da humanidade brasileira e de outras regiões do mundo!

Brasil, 05 de julho de 2010
anafelixgarjan@gmail.com
Presidente da Universidade Planetária do Futuro
artforum.universidadeplanetária@gmail.com
.
Cidade Artes do mundo:
www.cidadeartesdomundo.com.br
Artforum Mundi Planet e Arforum Brasil Unifuturo
www.artforumunifuturobrasil.org
Fórum Internacional de Mulheres do Futuro pela Paz do Planeta
http://forumdemulheresdofuturo.zip.net/

Universidade Planetária
http://projetoartforumuniversidade.blogspot.com

***

Edna MarS
artforumbluelight@gmail.com
*Diretora Artforum Brasil XXI
Saude/Cultura/Ecologia - SP/RJ
http://www.artforumunifuturobrasil.org/

*ArtforumBlueLight:
http://ednamars.blogspot.com
*AACD-Assoc. de Assist. à Criança Deficiente
http://comunidadeaacd.ning.com/profile/EdnaMarS

*DICA:
Acesse JAZZMASTERS - O Melhor do Groove in Brazil:
http://www.jazzmasters.com.br/

*ELDORADO SOCIOAMBIENTAL:
http://blogs.estadao.com.br/eldorado-socioambiental/

Nova Orleans teme contaminação de manguezais por mancha de óleo



LOUISIANA, EUA (AFP) - Traumatizada pelas devastadoras inundações provocadas pelo furacão Katrina, há cinco anos, Nova Orleans teme agora pelos manguezais que protegem seu entorno, ameaçados pela mancha de petróleo que se aproxima.
PUBLICIDADE

Com bairros inteiros abaixo do nível do mar, a cidade do jazz está rodeada de diques e muros de contenção instalados ao longo do rio Mississipi e do lago Pontchartrain.

Mas o furacão Katrina de agosto de 2005 provocou várias rupturas nas barreiras de proteção, o que provocou a morte de quase 2.000 pessoas nessa cidade fundada há três séculos por imigrantes franceses.

Os diques funcionam como último escudo. Antes, estão os manguezais, que ajudam a tardar o avanço do mar.

Com a nova temporada de furacões já prevista, Nova Orleans poderá voltar a ser prejudicada com o aumento do nível do mar, tal como ocorreu há cinco anos. A cidade está localizada a cerca de 50 km da costa do Golfo do México.

Mas desta vez, a água vem com material tóxico para a fauna e para a vegetação: o petróleo que há mais de seis semanas vaza nas águas do Golfo.

"Poderemos ver petróleo na cidade de Nova Orleans", disse David Muth, chefe de administração de recursos da Reserva e Parque Histórico Nacional Jean Lafitte, onde se encontra a reserva de Barataria, a 20 km ao sul da cidade.

Trezentas espécies de plantas, assim como milhares de aves e sapos, habitam esses manguezais silvestres conectados ao mar por rios.

Esse frágil ecosistema funciona como um "amortecedor de furacões" para comunidades como a de Nova Orleans, afirmou Muth.

"No pior dos casos, o petróleo mataria as plantas, as raízes e depois o lugar desapareceria, como resultado da erosão", completou.

De toda forma, os manguezais da costa de Louisiana estão desaparecendo a ritmo frenético desde que os franceses começaram a construir diques ao redor do rio Mississipi em 1721.

Hoje, o quarto maior rio do mundo passa pela região deixando sedimentos nutritivos no fundo dos manguezais.

"Para permitir que os barcos passem, dragamos o rio Mississipi e mudamos a direção do rio. Não deixamos que os manguezais se nutram mais", lamentou Muth.

Como resultado, uma média de 65 km quadrados de manguezais desaparece a cada ano, o equivalente a um campo de futebol a cada 20 minutos, segundo o especialista do Golfo do México, Larry McKinney, da Universidade do Texas.

"Com o Katrina, 350 km quadrados dos manguezais desapareceram da noite para o dia. Nunca retornaram. Estão debaixo d'água agora", informou.

Muth espera que o petróleo derramado no mar depois da explosão da plataforma Deepwater Horizon a 80 km da costa de Louisiana, em 20 de abril, perca cada dia mais sua nocividade devido ao calor, à luz do sol, ao sal e às bactérias da água.

"Mas se uma grande quantidade de petróleo cobrir os manguezais, as plantas morrerão", alertou.

Dia Mundial do Meio Ambiente- 05/06/10




A importância desse dia tem precedentes. O meio ambiente e a ecologia passaram a ser uma preocupação em todo o mundo, em meados do século XX. Porém, foi ainda no séc. XIX que um biólogo alemão, Ernst Haeckel (1834-1919), criou formalmente a disciplina que estuda a relação dos seres vivos com o meio ambiente, ao propor, em 1866, o nome ecologia para esse ramo da biologia.

Celebrado de várias maneiras (paradas e concertos, competições ciclísticas ou até mesmo lançamentos de campanhas de limpeza nas cidades), esse dia é aproveitado em todo o mundo para chamar a atenção política para os problemas e para a necessidade urgente de ações.

Se há assunto que consegue igualar todas as pessoas nesse planeta é a questão ambiental: o que acontece de um lado, para bem ou para mal, vai sempre afetar o outro!

Nessa data, chefes de estado, secretários e ministros do meio ambiente fazem declarações e se comprometem a tomar conta da Terra. As mais sérias promessas têm sido feitas, que vão do be-a-bá ao estabelecimento de estruturas governamentais permanentes para lidar com gerenciamento ambiental e planejamento econômico, visando conseguir a vida sustentável no planeta.

Podemos, cada um de nós, já fazer a nossa parte para a preservação das condições mínimas de vida na Terra, hoje e no futuro, ou seja, investir mais naquilo que temos de valioso, que é a nossa inteligência, para aprender a consumir menos o que precisamos economizar: os recursos naturais. E é sempre bom lembrar que o Brasil, identificado como um dos nove países-chave para a sustentabilidade do planeta, já é considerado uma superpotência ambiental!

Fonte: IBGE

quarta-feira, 26 de maio de 2010

AACD 60 ANOS!



11/05/2010
AACD 60 anos: entidade vai à mídia agradecer doações e pedir apoio dos brasileiros para próx. anos

Nove unidades em seis estados do país. Essa é uma pequena idéia da dimensão do trabalho da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente), que chega ao 60º aniversário com resultados e trajetória representativos. Para marcar a ocasião, a Z+ cria uma ampla campanha que visa destacar a importância da instituição para milhares de pessoas com deficiência física, agradecer o apoio dos brasileiros que contribuíram para o crescimento da entidade e reforçar a importância de continuar com as doações para a sustentabilidade da instituição.

As peças para mídia impressa apostam na imagem de uma das crianças atendidas pela AACD, com a frase: “Há 60 anos transformamos pequenos movimentos em grandes revoluções”. A campanha também contempla rádio, internet, salas de cinema da rede Cinemark (parceira da associação), além do apoio de grandes emissoras de TV, como TV Globo, para veiculação de um comercial de 30 segundos

O objetivo da ação é agradecer a população pela confiança na AACD nesses 60 anos, a qual é colocada em prática por meio das inúmeras doações que contribuíram consideravelmente para o crescimento dos serviços prestados pela entidade. Uma das atividades mais famosas, organizada pela associação, é a maratona televisiva Teleton que arrecadou cerca de R$ 19 milhões em 2009, com o compromisso de construir mais uma nova unidade em Poços e Caldas (MG). No ano passado a AACD beneficiou mais de 1.347.777 pessoas com os serviços de terapia, cirurgias e aulas.

Sobre a AACD
A AACD, Associação de Assistência à Criança Deficiente completa 60 anos de atividades, como uma instituição privada, filantrópica, sem fins lucrativos que tem como missão "Promover a prevenção, habilitação e reabilitação de portadores de deficiência física, especialmente de crianças, adolescentes e jovens, favorecendo a integração social".
Realiza mais de 5.760 atendimentos por dia em suas 9 unidades distribuídas pelo Brasil. Unidades: AACD Ibirapuera (SP), AACD Mooca (SP), AACD Osasco (SP), AACD São José do Rio Preto (SP), AACD Recife (PE), AACD Uberlândia (MG), AACD Porto Alegre (RS), AACD Nova Iguaçu (RJ), AACD Joinville (SC). No decorrer do ano 2010 serão inauguradas 3 novas unidades, uma em Poços de Caldas (MG) e mais duas na Capital paulista (Zona Norte e Zona Sul).

Fonte: Agência Ideal

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Aquecimento Global aumenta casos de pedra nos rins.



A subida das temperaturas globais pode provocar um aumento do número de pessoas afectadas por pedras nos rins, de acordo com um estudo realizado por cientistas norte-americanos.







Os investigadores sustentam que, até 2050, o aquecimento global poderá ser responsável por entre 1,6 milhões e 2,2 milhões de novos casos de pedras nos rins porque os climas mais quentes podem provocar desidratação, considerada uma das principais causas dos cálculos renais.

«Este estudo é um dos primeiros exemplos do aquecimento global a causar uma consequência médica directa para os humanos», afirmou Margaret Pearle da Universidade do Texas, que liderou o estudo.

Os casos de cálculos renais são mais comuns nas zonas mais quentes do sudoeste dos Estados Unidos, nomeadamente nos estados do Alabama, Arkansas, Flórida, Geórgia, Louisiana, Mississipi, Carolina do Norte, Carolina do Sul e Tennessee, uma região conhecida por "cinturão das pedras nos rins".

Os cientistas acreditam que essa região poderá alargar-se às cidades do noroeste, em torno de Nova Iorque, Virginia e Washington.

Segundo o co-autor da pesquisa Yair Lotan, um professor assistente de urologia, as estimativas em que o estudo se baseia podem vir a sofrer alterações.

«Isto significa que as coisas podem não ficar tão más como previmos», afirmou, «ou pode ser que haja ainda mais casos de pedras nos rins do que os nossos modelos nos dizem».

O estudo foi publicado na revista científica "Proceedings of the National Academy of Sciences".

terça-feira, 23 de março de 2010

Armas silenciosas de Controle Global : PARTE II


Indução económica:


Um inductor eléctrico tem uma corrente eléctrica como primeiro fenómeno, e um campo magnético como segundo fenómeno (inércia). Corresponde a isto, um inductor económico a um fluxo de valor económico como primeiro fenómeno, e um campo de população como segundo fenómeno de inércia

Quando o fluxo de valor económico (isto é o dinheiro) diminui, o campo de população humana desaparece com o objectivo de permitir ao valor económico de seguir circulando (caso extremo: guerra).



Amplificadores económicos:
<>A forma a mais simples de amplificador económico é um instrumento chamado publicidade.


Se uma publicidade televisiva se dirige a uma pessoa como se ela tivesse 12 anos de idade, então, em razão da sugestibilidade, ela terá, com uma verdadeira probabilidade uma resposta ou uma reacção tão desprovida de sentido critico que aquelas pessoas com uma idade de 12 anos.



< style="color: rgb(255, 204, 153);">Consentimento, a primeira vitória: <>
Um sistema de arma silenciosa opera a partir de dados (informação) obtida de um publico dócil por meios legais. Tanta informação se acha disponível para os programadores de sistemas de armas silenciosas através do Internal Revenue Service. (Ver Estudos na Estrutura da econômica americana para uma lista de fontes I.R.S.)

A informação consiste na entrega obrigatória de dados bem organizados conteúdos nos formulários de impostos federais ou nacionais, colectados, sistematizados, e apresentados pelos mesmos pagadores de impostos e os empregados.


Ademais, o número de tais formulários submetidos à I.R.S. é um indicador útil do consentimento do publico, um factor importante na tomada de decisão estratégica. Outras fontes de dados são expostos na curta Lista de inputs.


Os coeficientes de consentimento são um feedback numérico indicando o estatuto ou grau da vitória. Base sicológica: Quando o governo é capaz de colectar ou arrecadar os impostos e de dimensionar a propriedade privada sem justa compensação, é uma indicação que o publico esta maduro para render-se e consentir sua posta em escravatura e a seu submetimento legal. Um bom indicador, facilmente quantificável, de tempo mas duros no futuro é o numero de cidadãos públicos que pagam um imposto sobre lhe ingresso ante uma carência evidente de reciprocidade ou de serviço honesto por parte do governo.



< style="color: rgb(255, 204, 153);">Diversão, a primeira estratégia:


< style="color: rgb(204, 204, 255);">A experiência mostrou que o método mais simples para voltar eficaz uma arma silenciosa é ganhar o controle do publico é de manter o publico ignorante dos princípios básicos dos sistemas por um lado, sempre levando-lhe à confusão, desorganização, e distraído com temas sem importância real por outro lado.

Isto é obtido com:


1 - descomprometiendo suas mentes e espíritos ; saboteando suas atividades mentais; Provendo programas educativos de baixa qualidade em matemáticas, lógica, desenho de sistema e economia, e desmotivando a criatividade.

2 - Comprometendo as suas emoções, aumentando o seu egocentrismo e o seu gosto pelas actividades emocionais e físicas :

a) - multiplicando as suas confrontações e ataques emocionais (violação mental e emocional) por meio de um estanque constante de violência, de guerra, de sexo nos meios de comunicação social - em particular a TV e os jornais.

b) - dando-lhe o que eles desejam - em excesso - "junk food" para o espírito, e privando-lhe do que realmente precisam.

3 - Reescrevendo a história e a lei, e submetendo ao publico a distrações, de forma a ser capaz de deslocar seus pensamentos sobre suas necessidades pessoais para prioridades externas altamente fabricadas (artificiais).


Silvio: Programas de baixo nível como aqueles na tv de infedilidade em directo, instalam a insegurança na mente das pessoas, programas de piadinhas ordinárias e sem graça distraem as massas, tornando-as distraídas dos problemas da vida e das maquinações do governo.


Resumo da diversão:
<> <>
Meios de comunicação: Manter o atendimento do publico adulto distraído, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativando-o com temas sem importância real.


Ensino: Manter ao publico ignorante das verdadeiras matemáticas, da verdadeira economia, da verdadeira lei, e da verdadeira história.
<>

Trabalho: Manter o publico ocupado, ocupado, ocupado, sem tempo para pensar, de volta à granja com os demais animais.



< style="color: rgb(255, 204, 153);">Fazem isto Para obter: isto

Manter o publico ignorante: Menos organização publica

Criar preocupação e inquietude: Menos defesas

Atacar o núcleo familiar: Controlar a educação da juventude

Reduzir a liquidez e dar mais créditos ou indenizações : Mas deixar fazer, deixar passar e prover-se de mais dados
<>
Conformismo social Simplicidade na programação informática

Minimizar as queixas contra os impostos Máxima quantidade de dados económicos, mínimos problemas restritivos

Estabilizar o consentimento Simplicidade dos coeficientes

Estabelecer condições-marco Simplicidade dos problemas, solução das equações diferenciais

Apertar as agendas Menos defasagens e borrosidade nos dados obtidos

Maximizar o controle Resistência mínima ao controle



< style="font-weight: bold;">O que se investiga de cada cidadão:<>


Fontes de informação gerais:

*

escutas telefónicas
- vigilância- análise do lixo
- comportamento dos meninos/meninas na escola colégio
*

Nível de vida segundo:

*

alimentação
- vestimenta
- alojamento
- meios de transporte
*

Contactos sociais:

- telefone (gravação dos telefonemas registrados)
- família (certificados de casal, de nascimento, etc...)
- amigos, sócios, etc.
- adesão a associações
- afiliação política

A impressão do papel pessoal


Costumes pessoais de compra:

*

cheques bancários
- compras por cartão de crédito
- compras por cartão de crédito "marcado" - associação do cartão de crédito com código de barra dos produtos (Ou.P.C. - Universal Product Code)
*

Posses (ativos):

*

conta corrente
- caixa de poupança
- deposito em caixa forte de banco
- buissnes
- automóveis
*

Debilidades (passivos):

*

empréstitos, créditos de consumo
- inimigos (ver fontes legais)
*

Fontes governamentais:

*

Ajudas sociais
- Segurança social
- Indeminizações ou subsídios de desemprego
- Subvenções e bolsas
- Serviço de Rendimentos Interno
- OSHA
- Censos
- etc.
*

Outras fontes governamentais:

- Vigilância do correio postal


Comportamentos adaptativos:
<>

*

consumo de álcool
- consumo de drogas
- entretenimento, espetáculos
- fatores religiosos influenciando o comportamento
- outros métodos para escapar à realidade
*

Sensibilidade política:

*

convicções
- contatos
- posição
- forças / debilidades
- projectos / actividades
*

Imputs legais - controle do comportamento:

- registo dos tribunais
- processos verbais (policiais)
- infracções de transito
- denúncias feitas à polícia


Criação de situações controladas, manipulação da economia e da sociedade

- oferecer oportunidades
- destruir oportunidades
- controlar o meio económico
- controlar a disponibilidade de matérias primas
- controlar o capital
- controlar as taxas bancárias
- controlar a inflacção da moeda
- controlar a posse da propriedade
- controlar a capacidade industrial
- controlar a fabricação
- controlar a disponibilidade dos bens de consumo
- controlar o preço dos bens de consumo
- controlar os serviços, a força de trabalho, etc.
- controlar os pagamentos aos servidores públicos de governo
- controlar as funções jurídicas
- controlar as bases de dados pessoais
- controlar a publicidade
- controlar o contacto com os meios
- controlar o material disponível para a recepção de sinais TV
- distrair o atendimento dos problemas reais
- fomentar as emoções
- criar desordem, caos e alinhamento mental
- controlar a elaboração de formulários de impostos mais detalhados
- controlar o armazenamento de informação
- desenvolver análise e perfis psicológicos sobre os indivíduos
- controlar os factores sociológicos
- controlar as possibilidades de riqueza
- fazer do débil uma presa
- neutralizar lhes forças
- succionar a riqueza e a substância



O comportamento do publico é dominado pelo medo, a flojera e a facilidade. Isto é a base do estado de providência enquanto arma estratégica, útil contra um publico indigesto.


Acção- Ofensiva


A maioria das pessoas quer ser capaz de submeter e/ou de matar outros seres humanos que molestam ou perturbam suas vidas cotidianas mas eles não querem enfrentar os problemas morais e religiosos que um tal acto da sua parte poderia gerar.

Em conseqüência, eles asigan o trabalho sujo a outros (incluindo a seus próprios filhos) como para manter o sangue afastado das suas mãos. Eles extasíam-se ao salvar-se animais de humanos e depois sentam-sediantes dum delicioso hambúrguer num bar repintado de alvo abaixo na rua e fora da vista dos demais .


Mas ainda mais hipócrita, eles pagam impostos para financiar uma associação de profissionais de homens celebres colectivamente chamados políticos, e depois queixam-se da corrupção no governo.


Já que a maioria do publico ordinário não exercerá um restrição, há duas alternativas para reduzir a inductabilidade económica do sistema :


1.

Deixar o povo matar-se na guerra, o que teria como único resultado a destruição total da vida sobre a terra.


2) Tomar o controle do mundo por meio da utilização de " armas silenciosas " económicas, sob a forma de uma "guerra calma", e reduzir a inductabilidade económica a um nível seguro, mediante um processo de escravatura e de genocídio



Algumas citações para meditar...

"Em política, nada ocorre por acaso. Cada vez que um acontecimento surge, pode-se estar seguro que foi previsto para levar-se a cabo dessa maneira."

Franklin D . Roosevelt
Presidente dos Estados Unidos (1933 a1945)


"O mundo divide-se em três categorias de gentes : Um muito pequeno número que produz acontecimentos, um grupo um pouco maior que assegura a execução e mira como acontecem, e por fim uma ampla maioria de não sabe nunca o que ocorreu em realidade "

Nicholas Murray Butler
Présidente da Pilgrim Society, membro da Carnegie, membro do CFR (Conselho para as Relações Externas, Council on Foreign Relations)



Números para reflectir:


Segundo um Relatório do Programa das Nações Unidas pelo Desenvolvimento (PNUD):

As 3 pessoas mais ricas do mundo são tão ricas como os 48 países mais pobres.


A riqueza das 84 pessoas mais ricas do mundo supera o produto interno bruto da Chinesa com os seus 1,2 Mil Milhões de habitantes.


As 225 pessoas as mais ricas dispõem de uma fortuna equivalente ao rendimento anual acumulado do 47% do total de indivíduos mais pobres do planeta, isto é mais de 3 Mil Milhões de pessoas.


Segundo o mesmo organismo de Nações Unidas, seria suficiente menos de 4% da riqueza acumulada destas 225 maiores fortunas mundiais (avaluado em mais de 1.000 Biliões de dólares) para dar a toda a população do planeta acesso às necessidades básicas e acesso aos serviços elementares: saúde, educação, alimentação.


Informe ONU - PNUD 1998 - disponível em Economica, 49, rue Héricart, 75015 Paris



Nos Estados Unidos, os mais 100 importantes Chefes de empresa (Gerentes Gerais) ganham cada um de média 1000 vezes mais do que os seus empregados "ordinários".


Em 2002, George W. Bush decidiu um aumento dos gastos militares de 40 Mil Milhões de dólares.
Este só aumento do orçamento militar americano representa exatamente a quantidade de dinheiro necessário para resolver definitivamente o problema da fome no mundo. (segundo estimações da ONU)


Fonte: http://perso.wanadoo.fr/metasystems/ES/Topics.html
<>
Tradução para português e comentários adicionais : Silvio , realidadeoculta.com

Armas silenciosas de Controle Global :



O documento seguinte, fechado em Maio de 1979, foi encontrado a 7 de Julho de 1986 numa fotocopiadora IBM comprada num leilão Militar.


Negligência, ou fuga intencional, este documento , por segurança, não tem a marca ou logotipo da organização donde provém. Mas recortes de informações e datas, deixam supor que se trata do grupo Bilderberg.

« Armas silenciosas para guerras tranquilas »
Operations Research ,Technical manual TM-SW7905.1

( pesquisa de operações, manual técnico )
-Bem vindo a bordo, esta publicação marca o 25ª Aniversário da terceira guerra mundial, chamada guerra silenciosa, levada a cabo utilizando armas biológicas subjectivas , "silenciosas".


Segurança.
>É manifestamente impossível falar de engenharia social, ou de automatização de uma sociedade ( engenharia de sistemas de automatismos sociais ou : armas silenciosas ), sobre uma escala nacional ou internacional sem implicar objectivos extendidos de controle social e de destruição da vida humana ( escravidão ou genocídio ).


Este manual é por si, uma declaração de intenção análoga. A presente publicação deve manter-se distante de toda a opinião pública . Do contrário, poderia ser interpretado como uma declaração formal e técnica de guerra interior.
<>
Introdução Histórica<> <>
A tecnologia de armas silenciosas evoluiu a partir de investigações operativas (Operations research, OR ) uma metodologia estratégica e táctica desenvolvida pelo estado maior militar em Inglaterra durante a segunda guerra mundial. O objectivo inicial das investigações Operativas era estudar problemas estratégicos e tácticos de defesa aérea e terrestre visando a utilização efectiva de recursos limitados contra os estrangeiros inimigos.


Os que estavam em posições de poder, aperceberam-se que essas técnicas seriam úteis para controlar uma sociedade. Mas eram necessários melhores instrumentos.


<>
A engenharia social (a análise e a automatização de uma sociedade) requer a posta em relação de uma grande quantidade de informação e dados económicos sempre variáveis, vale dizer que um sistema ultra-rápido de tratamento da informação era necessário para ganhar à sociedade, e predizer quando esta chegaria a capitular.


As calculadoras relegadas eram demasiado lentas, mas o computador eletrónico inventado em 1946 por J . Presper Eckert e John W. Mauchly fez possível cumprir com essa missão.


A seguinte etapa decisiva era o desenvolvimento de uma metodologia de programação por linhas de código em 1947, pelo matemático George B. Dantzig.


Depois em 1948, o transistor, inventado por J. Bardeen, W. H. Battain, e W. Shocley, prometeram um campo de acção para a expansão e evolução rápida do computador graças à redução do espaço e da energia requerida.

Com estas três invenções sob sua direcção, os que estavam em posição de poder pressentiram fortemente que era possível para eles de controlar o conjunto do mundo apoiando-se num botão.


Imediatamente, a Fundação Rockfeller pôs isto em execução subvencionando um ciclo de estudos de 4 anos no Harvard College, criando o Harvard Economic Research Project para estudar a estrutura da economia americana. Um ano mas tarde, em 1949, a US Air Force juntava-se ao projecto.
<>


Em 1952, o período de estudos culmina, e um encontro de alto nível da Elite foi levado a cabo para determinar a seguinte fase de investigações em operações sociais. O procjeto Harvard tinha sido muito frutuoso, e alguns destes resultados foram publicados em 1953, sugerindo a possibilidade de uma engenharia sócio-económica (*).

A Guerra Calma foi calmamente declarada pela Elite Internacional depois de seu encontro levado a cabo em 1954.
<>

Bem que o sistema de armas silenciosas fossem concebidas 13 anos antes, a evolução deste novo sistema de armas não sofreu reveses ou contratempos maiores.

(*) "Studies in the Structure of American Economy" (1953), de Vassili Leontief (diretor of Harvard Economic Research Project), International Science Press Inc., White Plains, New York.
< style="color: rgb(102, 204, 204);">



< style="color: rgb(255, 204, 153);">Energia <>
A energia é reconhecida como a chave de todas as actividades sobre terra. As ciências naturais são o estudo das fontes e de controle da energia natural, e as ciências sociais, expressas teoricamente através da economia são o estudo das fontes e controle da energia social.

Ambos são sistemas compatíveis: as matemáticas. Em conseqüência, as matemáticas são a primeira ciência da energia


Toda a ciência é essencialmente um meio para um objectivo. O meio (estratégia) é o conhecimento. O objectivo é o controle. Mas lá disso, fica uma só pergunta:

Quem será o beneficiário?


Em 1954, esse foi o tema de preocupação principal. Conquanto foram relevadas questões morais, desde o ponto de vista da lei da selecção natural, foi admitido que uma nação ou que uma população mundial quem não utilizaria a sua inteligência não seria melhor do que animais que não têm inteligência. Tais pessoas são animais domesticados por eleição (deles mesmos) e consentimento.


Em conseqüência, no interesse do futuro ordem mundial, de sua paz e de sua tranqüilidade, foi decidido de levar a cabo uma guerra calma contra o publico americano com um ultimo objectivo de deslocar a energia social e natural (riqueza) da massa indisciplinada e irresponsável para as mãos de alguns sortudos autodisciplinados e responsáveis.


A fim de conseguir este objectivo, foi necessário criar, proteger e de utilizar novas armas que, como o futuro o dirá, eram um tipo de armas tão subtis e sofisticados em seu princípio de funcionamento e sua aparência publica que obtiveram o apelido de "armas silenciosas".
<>


( Nota: Silvio: Eu posso citar algumas que me ocorrem: microondas Haarp, armas de energia direccionada : DEW )


Em conclusão, o objectivo da investigação económica, tal como é levada a cabo pelos dirigentes do capital (bancos) e das indústrias de bens e serviços, é o estabelecimento de uma economia totalmente previsível e manipulável

Nota: Veja também no realidadeoculta o texto como os Bancos roubam dinheiro e nos enganam.


Afim de atingir para uma economia totalmente previsível, os elementos das classes inferiores da sociedade devem ser levadas a um controle total, isto é ser postas à rua submetidas ao jugo, e atribuídas a um dever social de longo prazo desde uma idade temporã, antes de que tenham uma oportunidade de fazer-se perguntas ou questionamentos sobre a propriedade da matéria.


Para chegar a tal conformidade, a célula familiar das classes inferiores devem ser desintegradas por meio de um processo de aumento de preocupações por parte dos pais.

A qualidade da educação dada às classes inferiores deve ser da mais pobre, de maneira que a brecha da ignorância que isola as classes inferiores das classes superiores seja e permaneça incompreensível para as classes inferiores.


Com tal incapacidade, mesmos os melhores elementos das classes inferiores têm pouca esperança de extirpar-se do lote que lhes foi atribuído na vida. Esta forma de escravatura é essencial para manter um verdadeiro nível de ordem social, paz e de tranqüilidade para as classes superiores dirigencial.



Nota, Silvio: Aqui começa a verificar-se que bate certo, Temos o exemplo de pequenas aldeias onde fecham escolas, aumento da preocupação dos pais quando sobem os preços dos livros escolares, fica quase impossível sustentar os estudos dos filhos. Os meninos ricos podem estudar em colégios privados e por veves tais colégios fabricam-lhes boas notas, enfim, isto para garantir que os pobres não terão boas oportunidades e nunca ocuparão os cargos de doutores ou engenheiros, pois esses cargos estão vagos para os filhotes da elite.



<>
Introdução descritiva das armas silenciosas <>
Estas armas disparam situações, em vez de balas; propulsadas pelo tratamento de dados, em vez de reacção química, disparando sua origem de bytes de informações em vez de grãos de pó; a partir de um computador em vez de uma espingarda, manipulado por um programador de computadores em vez de um franco-atirador de elite.


Não produzem ruído de explosão evidente (as armas silenciosas), não causam dano físico ou mentais aparentes, nem interferem de maneira evidente com a vida cotidiana social de cada um.

Produz no entanto, um infaltavél " ruído", causa infaltáveis danos físicos e mentais, e interfere de forma infaltável na vida social cotidiana, ou mais bem infaltável para um observador treinado, para aquele que sabe que olhar e observar exatamente.



O publico não pode compreender esta arma, e então não pode crer que é em realidade atacado e submetido por esta arma.

O publico pode sentir instintivamente que algo não vai bem, mas em razão da natureza técnica desta arma silenciosa, o não pode expressar seu sentimento de maneira racional, ou tomar em mãos o problema com inteligência.

Em conseqüência, o não sabe como gritar por ajuda e não sabe como associar-se com outros para defender-se.

Quando um arma silenciosa é aplicada gradualmente, as pessoas se ajustam, adaptam-se a sua presença, e aprendem a tolerar suas repercussões sobre suas vidas até que a pressão (psicológica via económica) volta-se demasiado grande e se afundam.


Em conseqüência, o arma silenciosa é um tipo de arma biológica. Ela ataca a vitalidade, as opções e a mobilidade dos indivíduos de uma sociedade, conhecendo, entendo, manipulando e atacando as suas fontes de energia social e natural, bem como as suas forças e debilidades físicas, mentais e emocionais.



Nota : Se mencionam armas biológicas, eu posso citar algumas substâncias que interferem com o comportamento humano, estamos a ser diariamente doseados: fluor na água, químicos na atmosfera ( chemtrails ) ,químicos nos frutos, poluição atmosférica e terrestre, aspartame nos refrigerantes e comidas light, carna animal de animais que foram alimentados com rações, etc.

domingo, 14 de março de 2010

Provérbios da sabedoria judaica




Alguns provérbios da sabedoria judaica, organizados por Arnaldo Niskier:

DENTES: se não podes morder, é melhor não mostrar os dentes.

APRENDER: aprendi muito com meus mestres, mais com os meus companheiros, e mais ainda com os meus alunos.

ÁGUIA: uma águia não caça moscas.

BÊNÇÃO: as bênçãos são bênçãos para quem abençoa, e as maldições são maldições para quem amaldiçoa.

CONTEÚDO: não olhes a jarra, mas o que ela contém. Há jarras novas que contêm vinho velho e delicioso e há jarras velhas que nem sequer contêm vinho novo.

ELOGIO: quando você vive bastante, é acusado de coisas que nunca fez e elogiado por virtudes que nunca teve.

GERAÇÃO: bem-aventurada a geração em que o grande aprende com o pequeno.

HONRA: não é o lugar que honra o homem, mas o homem que honra o lugar.

CALÚNIA: a língua que calunia mata três pessoas ao mesmo tempo: a que profere a calúnia, a que escuta e a pessoa sobre a qual se fala.

quarta-feira, 10 de março de 2010

O Greenpeace e o Brasil


(foto: Atividade de corte de madeira na Amazonia)


Na primeira parte da entrevista, o diretor-executivo do Greenpeace Internacional Kumi Naidoo fala ao repórter Jadyr Pavão Júnior sobre as preocupações do Greenpeace no Brasil. Elas incluem a Amazônia, o desmatamento, as hidrelétricas e os transgênicos -- os alimentos geneticamente modificados.
(Fonte: Veja.com)

Veja Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Edna MarS"