terça-feira, 26 de março de 2013

Páscoa com Moderação!




Ovos de Páscoa!

É possível saborear com moderação?



Nutricionista sugere que em datas especiais como a Páscoa as pessoas devem evitar devorar o chocolate de uma vez


Quem já se conscientizou sobre o excesso de calorias dos chocolates, tem outros motivos para exercitar a moderação, especialmente no que diz respeito aos ovos de Páscoa.

“É que os fabricantes abusam das quantidades de açúcar e gordura, altamente prejudiciais à saúde. O excesso desses dois ingredientes pode ser verificado em praticamente todas as marcas do mercado”, alerta Maria Vasconcelos, coordenadora do ProTeste, uma associação voltada para os interesses dos consumidores, que avaliou a qualidade dos produtos.

Com essas características, em vez de um alimento benéfico, o consumo do chocolate (especialmente na versão ovos de Páscoa) passa a configurar num problema, especialmente para crianças e adultos com algum tipo de restrição alimentar.

Maria Vasconcelos afirma que, como não existem regras para a rotulagem
 desses produtos, o ideal é mesmo praticar o difícil controle de quantidades na hora de comer.
A nutricionista Caroline Fernandes, do Instituto Mineiro de Endocrinologia,
afirma que, consumido com moderação, o chocolate não ameaça o controle de peso e nem vai fazer a pessoa ganhar quilinhos indesejáveis.

Para quem não quer engordar, portanto, ela indica como tamanho razoável um ovo de até 100 gramas, sem recheios ou acréscimos de ingredientes, tais
como castanhas e recheios trufados.

Ele não precisa ser diet, até porque, essa versão, devido ao excesso de gordura, costuma ser ainda mais calórica do que a convencional.
Como sugestão, ela recomenda dividir o ovo ao meio.
Uma metade pode ser degustada, em pequenas frações, na hora da sobremesa deste domingo. 



O restante deve ser partido em pequenos pedaços,
para serem degustados ao longo da semana.

Como cada grama de chocolate tem cinco calorias, ela afirma que é importante aprender a saboreá-lo, sobretudo em datas especiais, justamente para não comprometer todo o sacrifício feito por quem faz controle de peso.

 “Uma das qualidades que fazem do chocolate um alimento tão apreciado no mundo inteiro é exatamente o fato de ele ser sólido à temperatura ambiente e derreter quando em contato com a temperatura corporal, proporcionando o prazer gustativo.

Portanto, nada de devorar tudo de uma vez!
Coloque pequenos pedaços sobre a língua e deixe-os dissolver lentamente", ensina.

Outra dica é congelar os pedacinhos.
Assim, eles ficarão mais tempo na boca e a pessoa sentirá o gosto por mais tempo. Para não exceder no consumo, se fartando com os chocolates recebidos de familiares e amigos, ela recomenda não guardar os ovos para comer depois.

"Se você está em controle de peso, escolha um e doe os outros
para crianças carentes", sugere.



Fonte: Jornal Estado de Minas-2010





Depois da dica resta-me desejar uma 
Feliz Páscoa!
 

quinta-feira, 21 de março de 2013

"A natureza é nossa aliada"






"A natureza é nossa aliada"


A escritora do livro "O Chamado da Árvore", Dorothy Maclean defende isso e vai além: 

em suas meditações, acabou se conectando tanto com as plantas que se tornou intérprete delas.

“A mensagem das árvores é para que os seres humanos descubram
a totalidade e o amor que estão dentro deles e ajam de acordo com isso.”

A história de Dorothy como parceira da natureza tem vários capítulos.
Ela foi co-fundadora, em 1962, de Findhorn, uma ecovila (ou comunidade ecológica) pioneira, 

no norte da Escócia. Ali, lançou as bases de um trabalho, integrando humanidade e natureza,
que alcançou o coração de pessoas do mundo inteiro interessadas em garantir o desenvolvimento sustentável.


O conteúdo do livro que lançou é a coroação desse trabalho e apresenta as árvores sobre 

uma perspectiva incomum. Dorothy é uma ambientalista e também é uma sensitiva. 

Há mais de 40 anos faz exercícios diários de meditação em busca de respostas para o 

propósito da vida. Nesse caminho, sua conexão com a natureza se tornou cada vez mais forte.
Até um dia em que descobriu sua missão na Terra e atribuiu essa intuição
ao contato com as árvores. Começou a ir para perto delas com seu caderno
e anotar mensagens que recebia durante suas meditações.
O livro é um compêndio desses delicados momentos e sugere como enfrentar
o período desafiador em que vivemos.

“Nossas escolhas individuais afetam o planeta inteiro”, ensina Dorothy.

“Como fazer com que elas se apóiem em uma visão cooperativa?”
Como resposta, a autora ouviu uma mensagem, como se as árvores falassem:

“Torne-se o que você na verdade é:
um ser criativo e amoroso. Use esse critério em todos os atos, escolha amar
o que você faz, amar o que você é, amar os seus semelhantes.
Realmente tente fazê-lo, encare o que você não gosta em si mesmo e ame isso.
É simples, mas não fácil. Entretanto, pode-se superar esse obstáculo com o ato
de se encostar em uma árvore e sentir a paciência e a constância que ela é capaz
de transmitir, restaurando essas qualidades em nós”.

A escritora explica como faz para se comunicar com a inteligência das plantas,
que ela chama de anjos.

 “Todos nós temos a capacidade de entender a natureza.
É um exercício de amor.”


“Não é suficiente reflorestar a Terra porque as árvores novas não são capazes
de realizar a tarefa de transmutar as energias nocivas que circulam pelo mundo”,
frisa Dorothy. Segundo ela, as árvores antigas clamam:

“Vocês precisam de nós para o equilíbrio, a paz e a estabilidade.
Se houver escassez de árvores grandes, a paz e a estabilidade da humanidade 

serão afetadas porque somos Um”.

Outra mensagem que recebeu em uma meditação na natureza foi
que as árvores trazem a beleza do infinito ao planeta. Incorporam força,
estabilidade e perenidade.

Em seus relatos, a autora descreve a seguinte frase das árvores: 


“Se a humanidade quiser ter força física, o que é necessário para funcionar
nessa Terra, é preciso que as árvores permaneçam em grande quantidade.
Isso é fundamental não apenas para a respiração do planeta, mas para a saúde
da humanidade, que poderá perder a si mesma, a menos que permaneçamos”.

“Quando as pessoas plantam, sua vida se enriquece além de qualquer expectativa porque comunidades inteiras de árvores irradiam gratidão e retribuem o amor
que lhes é dedicado”, continua esta verdadeira adoradora da natureza.

Fonte: Revista Bons Fluidos – 10/2008



Preserve o Meio Ambiente!
Bom para o Planeta,melhor para Voce! 
 

segunda-feira, 18 de março de 2013

Galeria Neugerriemschneider, de Berlim, traz obra de Pae White à SP-Arte




Galeria Neugerriemschneider, de Berlim,
traz obra de Pae White à SP-Arte




A berlinense Neugerriemschneider é uma das galerias internacionais confirmadas para a SP-Arte deste ano. Entre os trabalhos apresentados pelo espaço na feira brasileira está a obra Spearmint to Peppermint, da artista americana Pae White.

A obra explora a estética potencial de materiais mundanos e suas qualidades táteis em relação ao contraste de sua aparência visual.
As tapeçarias em grande escala são produzidas a partir de elementos como folhas de alumínio, papel, entres outros produtos, geralmente encontrados em seu atelier.
 O resultado é fotografado e, então, reproduzido em tecido.

Pae nasceu na Califórnia, nos Estados Unidos, e vive em Los Angeles.
Seus trabalhos já foram exibidos em locais como o Art Institute of Chicago;
o SITE Santa Fe, no Novo México; o Power Plant, em Toronto; e também em importantes mostras coletivas como a Bienal Whitney, em 2010; a 53º Bienal de Veneza, em 2009; e no Skulptur Projekte Münster, em 2007.





A SP-Arte acontece entre 4 e 7 de abril,
no Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera.


Equipe SP-Arte




quinta-feira, 14 de março de 2013

Fica Proibido!



Fica Proibido!


Fica proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer,
Ter medo das tuas recordações.

Fica proibido não sorrir ante os problemas,
Não lutar pelo que queres,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar em realidade teus sonhos.

Fica proibido não demonstrar o teu amor,
Fazer com que alguém pague pelas tuas dúvidas e pelo teu mau humor.

Fica proibido deixar os teus amigos,
Não tentar compreender aquilo que viveram juntos,
Chamá-los somente quando precisa deles.

Fica proibido não seres tu perante todos,
Fingir para as pessoas que não te importas,
Esquecer todos os que te querem.

Fica proibido não fazeres as coisas para ti mesmo,
Não fazeres o teu destino,
Ter medo da vida e dos teus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse o último.

~Pablo Neruda~

E nessa festividade da alma , saudemos a Vida!
Boa Semana!


Edna MarS



sexta-feira, 8 de março de 2013

Dia Internacional da Mulher



História do 8 de março

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Objetivo da Data


Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.



Conquistas das Mulheres Brasileiras

Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.



Marcos das Conquistas das Mulheres na História



- 1788 - o político e filósofo francês Condorcet reivindica direitos de participação política, emprego e educação para as mulheres.

- 1840 - Lucrécia Mott luta pela igualdade de direitos para mulheres e negros dos Estados Unidos.

- 1859 - surge na Rússia, na cidade de São Petersburgo, um movimento de luta pelos direitos das mulheres.

- 1862 - durante as eleições municipais, as mulheres podem votar pela primeira vez na Suécia.

- 1865 - na Alemanha, Louise Otto, cria a Associação Geral das Mulheres Alemãs.

- 1866 - No Reino Unido, o economista John S. Mill escreve exigindo o direito de voto para as mulheres inglesas

- 1869 - é criada nos Estados Unidos a Associação Nacional para o Sufrágio das Mulheres

- 1870 - Na França, as mulheres passam a ter acesso aos cursos de Medicina.

- 1874 - criada no Japão a primeira escola normal para moças

- 1878 - criada na Rússia uma Universidade Feminina

- 1901 - o deputado francês René Viviani defende o direito de voto das mulheres

Fonte: suapesquisa.com


Feliz Dia da Mulher á todas as Mulheres do Mundo !! 

quinta-feira, 7 de março de 2013

Dias de Chuva





Dias de Chuva
(Sirlei L. Passolongo)


Gosto dos dias de chuva...
Do cheiro da terra
Quando deságuam as primeiras nuvens...
Da dança das goteiras
Quando ultrapassam os beirais da casa.
Gosto das lembranças dos dias de chuva...
De correr de pés descalços na enxurrada,
Fechava os olhos sorrindo quando ouvia os trovões.
Depois, arremessava pedrinhas nas poças d’água
E inventava uma cachoeira...
Gosto dos dias de chuva...
Caindo mansa sobre o telhado
Como quem baila uma canção de amor.


 
Lindo dia com chuvas de paz
e bençãos para sua vida!!

Edna MarS

sexta-feira, 1 de março de 2013


Alô, Dolly!
Um dos grandes clássicos da Broadway ganha nova montagem brasileira

 A adaptação do clássico da Broadway é protagonizada por Marília Pêra
e Miguel Falabella (Créditos: Divulgação)

Entre 02/03/2013 e 31/03/2013

Adaptação do clássico da Broadway, Alô, Dolly! estreia no dia 2 de março
no Teatro Bradesco. O elenco conta com a atriz Marília Pêra, que interpreta
a viúva casamenteira Dolly, e Miguel Falabella, que, além de dirigir o espetáculo,
vive um mal-humorado comerciante que recorre a Dolly para conseguir uma mulher.



Baseado na peça The Matchmarker, de Michael Stewart, e no musical da Broadway Hello Dolly!,
Alô, Dolly conta com 29 atores e uma orquestra com 16 integrantes.
Os cenários são de Renato Theobaldo e Beto Rolnik, enquanto os figurinos são assinados por Fause Haten. 


Informações

Datas: A partir de 2 de março de 2013
Horários: Quintas, às 21h; Sextas, às 21h30; Sábados, às 18h e 21h30;  
Domingos, às 18h
    Preços: R$20 a R$200

 Onde

Teatro Bradesco
Rua Turiassú, 2100, Bourbon Shopping São Paulo, 3° piso
Barra Funda - SP
Telefone(s):
(11) 3670-4100

Bom Entretenimento à Todos!
Edna MarS

Veja Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Edna MarS"