sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Homenagem ao 119.o Aniversário de Victor Brecheret






Homenagem ao 119.o Aniversário de Victor Brecheret

Victor Brecheret, escultor, tem um papel diferenciado e fundamental no Modernismo Brasileiro. Com Anita Malfatti, é figura importante do período heróico do Modernismo um pouco antes da Semana de 22.
Mas esta não é apenas a sua contribuição , ele se destaca nos anos 20 e 30 como artista da Escola de Paris e nas décadas de 40 e 50 no cenário artístico de São Paulo, com monumentos públicos, funerários e decorativos de fachadas na cidade, como o "Monumento às Bandeiras", hoje um dos símbolos da cidade.

Diferente dos artistas do nosso modernismo, Brecheret é de origem humilde. Imigrante italiano, órfão de mãe, veio para São Paulo, junto com seus tios maternos que o criaram.

A sua vocação para escultura se revela desde menino, quando amassa barro nas panelas da tia. Trabalha numa loja de calçados e à noite faz cursos técnicos no Liceu de Artes e Ofícios. Os tios com economias o enviam para Roma em 1913 para estudar escultura. Não sendo aceito na Academia de Belas Artes por falta de formação, entretanto é recebido como discípulo do mais famoso escultor italiano do momento, Arturo Dazzi.

Aprendendo a escultura através do processo do fazer, absorve as técnicas da modelagem e conhecimento da anatomia.


"Brecheret no atelier do Parque do Ibirapuera".
Destes gessos é que eram feitas as transposições para o granito.



Nesta época, recebe grande influência do escultor sérvio Ivan Mestrovic, quanto à expressividade, tensão, alongamentos e torsões das figuras. De 1916 e 1919 participa com destaque em mostras coletivas em Roma.

Em 1920 retorna a São Paulo e é "descoberto"pelos jovens modernistas. Extasiados diante de suas esculturas, torna-se um elemento polarizador do grupo. De fato o artista e sua obra inspira os personagens de romances de Osvald de Andradre e Menotti del Picchia. Ainda traduz para escultura os poemas de Guilherme de Almeida e Menotti. Celebrado como um gênio e influênciado pelo espírito nativista do grupo, realiza a primeira maquete do "Monumento às Bandeiras".Obra esta que foi finalizada quase duas décadas após sua concepção inicial.



Em 1921 com uma bolsa de estudos de escultura viaja à Paris, onde permanece por quase quinze anos com vindas ao Brasil. Em Paris participa de vários salões, intensa convivência com artistas como Leger e os brasileiros: Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Vicente do Rego Monteiro e Antonio Gomide. Modifica sua escultura adotando formas geometrisadas, lisas e luminosos. Brecheret torna-se um importante artista da Escola de Paris, tendo recebido o título de cavaleiro da legião de honra, e sua obra, "Grupo", para um museu.


"Brecheret esculpindo a Deusa da Primavera", em mármore de Carrara.
 Década de 30 (final).

Nos anos 20 como a maioria dos artistas da Escola de Paris, Brecheret está sensível a emergência no Art Déco que marcou a visualidade dos anos 20 tem seu ápice em 1925 com a Exposição Internacional das Artes Decorativas e Industriais Modernas.



"Tocadora de Alaúde". Bronze patinado.Década de 20 (final).

Alinhado a esta arte de vanguarda Brecheret foi bastante elogiado pela crítica.
Em Montparnase, Brecheret conviveu intensamente com Gomide e Vicente do Rego Monteiro, a exposição "Modernismo / Paris Anos 20. Vivências e Convivencias" mostra os elos entre os três artistas, tendo como parâmetro comum o Art Déco.

Fonte: USP

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

15/02 – Dia Internacional do Combate ao Câncer Infantil




Homenagem os pequenos super-heróis que lutam diáriamente
para combater seu maior inimigo.


15/02 – Dia Internacional do Combate ao Câncer Infantil


Nesta data celebramos o “Dia Internacional do Combate ao Câncer Infantil”.
A data promove a conscientização sobre a doença em toda a sociedade com o objetivo de evitar milhões de mortes ao redor do mundo.
Esta instituição trabalha arduamente para garantir o bem estar e a melhoria na qualidade de vida das crianças com câncer e destaca a importância deste dia. Segundo Cláudia Bonfiglioli, presidente da entidade:
“com o apoio e conscientização das pessoas podemos transformar uma fase tão difícil da vida de diversas crianças e jovens em momentos de coragem e esperança.
Todos nós devemos nos unir em prol desta causa e ajudar nossos pequenos super-heróis a vencer esta batalha”, finaliza Cláudia.

É  uma instituição 100% filantrópica que oferece apoio biopsicossocial e educacional a crianças e adolescentes portadores de câncer, transplantados de medula óssea, fígado e rins, juntamente com seus acompanhantes, de baixa renda, procedentes de todo o Brasil.
Fundada em 1996 por Cláudia Bonfiglioli e Patrícia Thompson, a CASA HOPE hoje tem a sua sede própria, construída com o apoio de inúmeros parceiros e colaboradores.

Durante o período de tratamento nos hospitais a instituição oferece moradia, alimentação, transporte (para hospitais, aeroportos e rodoviárias), assistência social, medicamentos, assistência psicológica, vestuário, escolarização, terapia ocupacional, cursos de capacitação profissional, recreação dirigida, passeios culturais e festas comemorativas.

www.hope.org.br
(11) 5056-9700

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Lucianinho Bonfá- Saudades Eternas

Dia 13 de Fevereiro...quarta feira de cinzas e o Brasil acorda mais cinzento com a triste notícia do falecimento do nosso querido Guerreirinho Luciano Bonfá!



Foram cerca de 5 anos à procura de doadores, lembro-me bem quando comecei a participar no incentivo ás Campanhas de Saúde , no orkut..ele era tão pequenino e já com uma grande garra por lutar pela vida!
Assim , em meados de dezembro passado, preparava-se para receber sua Nova Medula Óssea...uma alegria imensa para todos nós, que reconhecíamos ali o Milagre de Deus em sua vida!
Tudo correu bem até que as complicações surgiram e por fim após grande luta pela sobrevivência, Deus resolveu tirá-lo do sofrimento e agora podemos dizer que finalmente ele vive.. na Vida Eterna! lugar de glórias e vitórias que somente os grandes e corajosos Guerreiros da batalha da vida, podem obter o merecido descanso..
Com ternura  e com o coração represado de tristeza venho hoje prestar esta pequena homenagem in Memória Póstumas ao nosso querido Anjinho..

Lucianho Bonfá!

Á todos os Familiares,Mamãe Joice,tios, tia Érica e demais amigos que tem nos acompanhado nestas Campanhas pela Vida,pelo Brasil afora, o meu Abraço sincero e que Deus conforte todos os corações!

Á voce Lucianinho um beijo saudoso da Tia que não te esquece..jamais.. 

Esta Rosa é pra Voce!



segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Mahatma Gandhi - Mergulhe em você mesmo




Mergulho em você mesmo

Temos medo de estarmos conosco, mergulharmos em nosso interior. O silêncio e sua prática nos leva a esta possibilidade de encontro profundo e revitalizador. Com o silêncio, encontramos a paz e o amor incondicional

vem com toda a força transformadora. "O amor é a força mais sutil do mundo.O mundo está farto de ódio". É é este ódio irracional e distante da força criadora que destrói,corrompe e ensurdece a humanidade.

Pare! Recomece! Reprograme-se... O silêncio pode ser o ponto chave desta nova caminhada. Pratique-o diariamente e transforme um pouco nosso mundo. Ouça-se.

"Temos de nos tornar a mudança que queremos ver no mundo. Você tem que ser o espelho da mudança que está propondo. Se eu quero mudar o mundo, tenho que começar por mim."

Pratique diariamente o silêncio da paz. Respire profundamente algumas vezes. Inspire e sopre lentamente até ir relaxando e mergulhando dentro de si mesmo. Feche os olhos e silencie seus medos, preocupações e ansiedades diárias, por alguns momentos. Dê a chance à sua paz e a paz do mundo.

"Faça a sua parte, se doe sem medo. O que importa mesmo é o que você é...

Mesmo que outras pessoas não se importem. Atitudes simples podem melhorar sua vida."

Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada,não existirão resultados. Espalhe esta ideia.

Transforme o mundo, a partir de você.

"Seja a mudança que você deseja para o mundo".

 
 
Mahatma Gandhi




Espetáculo Teatral- Camille e Rodin Vivo EnCena no MASP SP





Camille & Rodin


O espetáculo CAMILLE & RODIN traz aos palcos brasileiros a história de dois grandes escultores franceses, internacionalmente consagrados. De um lado, Camille Claudell, uma jovem intuitiva, dona de uma imaginação excepcional, uma mulher determinada que rompeu laços com sua classe social, com a moral vigente e com as normas de conduta bem aceitas em sua época para se tornar umas das grandes artistas de sua época. De outro, Auguste Rodin, um gênio já maduro, no auge de sua força criadora, um artista que soube representar, através de sua arte, as paixões humanas.

A peça retrata o encontro destes dois artistas de talento extraordinário na encantadora Paris no final do século XIX. Ao chegar á cidade, aos 19 anos, Camille se torna discípula de Rodin, e a única de seus colaboradores que se destaca e se projeta individualmente. Posa para ele, fascina-o com sua beleza e personalidade e, mesmo diante de sua extrema exigência, ele a consulta em tudo que faz. Em curto espaço de tempo, eles se apaixonam. Rodin abre-se ao lirismo e à sensualidade através de sua paixão por Camille, penetra no êxtase e na volúpia amorosa, na plena sensualidade que nunca mais irá abandonar sua obra. O diálogo amoroso se torna presente nas obras dos dois; trabalham juntos apaixonadamente. Mas Rodin, não é capaz de oficializar a união entre eles. Ser amante de um escultor famoso e muito mais velho acirra os preconceitos, Camille explode em crises nervosas, sentindo-se usada como mulher e artista. Essa relação de fusão entre amor e a arte, se desgasta até o rompimento definitivo que marca a vida e a obra de ambos para sempre.

Ao contar esta história de amor e arte que até hoje causa um encanto hipnótico e avassalador, Camille & Rodin também leva para o palco a obra desses artistas e revela o ambiente artístico e cultural do final do século XIX e início do século XX, levando o espectador a uma impactante e comovente viagem no tempo.

Classificação: 12 anos.

Meia Entrada: estudante, idoso, aposentado, professores da rede pública, funcionário Vivo e cliente Vivo.

Ponto de venda sem taxa de conveniência:
Bilheteria MASP - Grande Auditório de terça a domingo das 11:00 às 17:30hrs.
Quinta das 11:00 às 19:30hrs.

 Categoria: Teatro
Gênero: Romance
Local: MASP - Grande Auditório
Cidade: São Paulo/SP
País: Brasil
Endereço: Avenida Paulista, 1578 - Bela Vista
Cep: 01310-200

Fonte: Ingresso Rápido

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Dicas na cidade para quem não gosta de Carnaval!




Não gosta de Carnaval? 
Saiba como aproveitar o feriadão em SP

Exposições, shows e peças infantis são alguns programas para quem quer distância da bagunça

 
Ai Weiwei: artista é uma das principais vozes dissidentes do regime chinês


Apesar de ser uma festa aguardada por muitos durante um ano, o Carnaval está longe de ser idolatrado por todos. Para quem não curte a folia e bagunça nas ruas, opções não faltam. Da estreia do filme "Tainá — A Origem" à exposição individual do artista chinês Ai Weiwei e passeios ao ar livre, São Paulo oferece um roteiro generoso para o feriado. Saiba como aproveitar os quatro dias e fugir do Carnaval em São Paulo.

EXPOSIÇÕES



A mostra dedicada ao artista chinês Ai Weiwei reúne 400 fotografias e vídeos. Além de séries conhecidas, como a que contesta o regime político da China, há imagens da juventude do artista dissidente em Nova York, assim como registros posteriores ao terremoto que arrasou a Província de Sichuan no ano de 2008.

MIS (Museu da Imagem e do Som)
Avenida Europa, 158, Jardim Europa – São Paulo. Telefone: (11) 2117-4777
Ingresso: R$ 6
Ter. a sex.: das 12h às 21h; sáb. e dom.: das 11h às 20h
Classificação: Não recomendado para menores de dez anos

Dreamland — Museu de Cera



A mostra no Mooca Plaza Shopping traz ao público estátuas de cera de astros pop como Madonna e Michael Jackson.  São 51 peças vindas de Gramado (RS). Além de personalidades estrangeiras como Elvis Presley, Paul McCartney, Lady Gaga e Barack Obama, há brasileiros como Pelé, Ayrton Senna e Neymar, além de personagens de filmes como Harry Potter, Jack Sparrow ("Piratas do Caribe") e Spock ("Jornada nas Estrelas").

Mooca Plaza Shopping (Teatro - Piso L2)
Rua Capitão Pacheco e Chaves, 313, Mooca - São Paulo. Telefone: (11) 2166-9700
Ingresso: R$ 40
Seg. a sex.: 14h às 22h; sáb.: 13h às 22h; dom. e feriados: 12h às 20h.
Classificação: Livre

“Será que foi, seu juiz?”

Alvo de xingamentos e ofensas, o árbitro de futebol é protagonista da exposição no Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu. A mostra temporária discute os diversos fatores que podem confundir os juízes na hora de apitar um lance no gramado.



Museu do Futebol
Praça Charles Miller, s/n, zona oeste – São Paulo. Telefone: (11) 3664-3848
Ingresso: R$ 6 (Às quintas-feiras, a entrada é gratuita)
Ter. a domingo, das 9h às 18h (bilheteria até 17h)
Classificação: Livre



TEATRO

Afogando em Terra Firme



A peça é inspirada no documentário "A Importância de Ser Famoso" (2003), de Piers Morgan e retrará pessoas que se tornam famosas sem terem realizado coisas significativas. A comédia mostra como essas figuras deixam de ser celebridades na mesma velocidade em que se tornaram. Com Bia Borin, Chris Couto, Eduardo Estrela. Direção: Eduardo Muniz

Novotel Jaraguá – Teatro
Rua Martins Fontes, 71, Centro – São Paulo. Telefone: (11) 3255-4380
Ingresso: R$ 50
Sex.: às 21h30; sáb.: às 21h; dom.: 19h
Classificação: Não recomendado para menores de 14 anos

A Noviça Mais Rebelde




A irmã Maria José convence a madre superiora a deixá-la fazer um show. No dia da apresentação, porém, algo inesperado acontece. Na comédia, números musicais e jogos interativos.

Espaço Cultural Santo Agostinho
Rua Apeninos, 118, Aclimação, Centro – São Paulo. Telefone: (11) 3209-4858
Ingresso: R$ 40
Sáb.: 20h; Dom: 19h30
Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos

A Árvore Seca




Na peça, que utiliza a estética de cordel, a história de uma mulher do sertão nordestino que retira a felicidade, à força, de seu cotidiano.

Livraria Cultura - Conjunto Nacional - Teatro Eva Herz
Avenida Paulista, 2.073, Bela Vista, Centro – São Paulo. Telefone: (11) 3170-4059
Ingresso: R$ 50
Sáb.: 21h; dom.: 19h
Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos



PARA CRIANÇAS

As Casas

A peça infantil conta a história de João e Antônio, dois vizinhos completamente diferentes: enquanto um é redondo, o outro é quadrado; um tem uma horta em casa, e o outro só quer saber se comida enlatada. Apesar das diferenças, ambos têm a mesma paixão: música e livros.

Sesc Santo André
Rua Tamarutaca, 302, Santo André. Telefone: (11) 4469-1200
Ingresso: De R$ 2 a R$ 8
Dom. (10/2): às 12h

A Bela Adormecida

No clássico de conto de fadas, uma princesa é amaldiçoada no dia de seu nascimento para que aos 15 anos de idade fure o dedo e entre em sono profundo. A única maneira de se livrar da maldição é receber um beijo de seu verdadeiro amor.

Teatro Folha
Avenida Higienópolis, 618, zona oeste – São Paulo. Tel.: (11) 3823-2323
Ingresso: De R$ 7 a R$ 14
Sáb. e dom: às 16h

Hopi Hari

O maior parque de diversões da América Latina preparou uma promoção para os quatro dias de Carnaval. O visitante que comprar passaportes antecipados poderá se divertir quantas vezes quiser entre os dias 9 e 12 de fevereiro. Entre as atrações disponíveis, as crianças poderão aproveitar a folia ao lado de personagens como Pernalonga, Patolino, Piu-Piu, Frajola, Coiote e Papa-Léguas.

Hopi Hari
Rodovia dos Bandeirantes, km 72 – Vinhedo. Telefone: (11) 4007-1134
Ingressos: R$ 112 para quatro dias (9 a 12 de fevereiro)


PASSEIOS

Festa da Uva e do Vinho de Vinhedo

A 52ª Festa da Uva e 4ª do Vinho de Vinhedo, que ocorre no Parque Municipal Jayme Ferragut, tem atrações como venda de frutas, roteiros turísticos, gastronomia, passeio motociclístico e shows gratuitos.

Parque Municipal Jayme Ferragut
Avenida Apparecida Tellau Seraphim, s/n – Vinhedo. Telefone: (19) 3876-4182/ 3876-1333
Qui. e sex: a partir das 18h; sáb. e dom.: às 10h. Seg. e ter. de Carnaval: às 18h
Entrada franca

Turismetrô pelo bairro da Liberdade

Passeio turístico que faz uso do metrô como meio de transporte e passa por restaurantes típicos, pelo Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, templos budistas e ruas do comércio. Um guia turístico acompanha o grupo e apresenta a história, cultura, arte e culinária tradicional.

Concentração na estação da Sé do metrô, centro – São Paulo
Dom.: às 14h
Ingresso: um bilhete de metrô, que custa R$ 3

Roteiro Niemeyer



Para quem quiser conhecer as obras de Oscar Niemeyer e outros importantes nomes da arquitetura moderna em São Paulo, o Turismetrô programa de roteiros turísticos e leva o público a obras projetadas por Niemeyer, como o Edifício Copan e o Memorial da América Latina. Além disso, revela outros importantes arquitetos, entre eles Franz Heep, criador do Edifício Itália, e Alfredo Mathias, que projetou a Galeria do Rock, no centro de São Paulo. O roteiro passa ainda pela Galeria Califórnia e pelos edifícios Esther, Eiffel e Louvre

Estação São Bento, centro, São Paulo
Sáb.: a partir das 14h (chegar com 30 minutos de antecedência)
Ingresso: dois bilhetes de metrô, que custam R$ 6 no total



PARQUES

Ibirapuera



Quem for ao parque pode correr, andar de skate, de patins, jogar basquete, vôlei, cartas, dominó, passear com cachorros e crianças, ou até mesmo ler um livro e relaxar na grama. O local oferece ainda visitas a pontos turísticos como o Museu de Arte Moderna, o Pavilhão da Bienal, o Pavilhão Japonês, o Planetário, a Oca e o Viveiro.

Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n, Vila Mariana, zona sul – São Paulo. Telefone: (11) 5574-5177
Diariamente: das 5hs às 24hs
Entrada franca

Parque Villa Lobos

O espaço concentra 30 mil frequentadores aos domingos. Nele, piqueniques entre família ou comemorações de aniversários infantis inusitadas compõem o cenário de lazer ao lado de práticas esportivas como skate e longboard. O Orquidário Ruth Cardoso, que se tornou um cartão-postal do lugar, incrementa o passeio.

Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001, Alto De Pinheiros, zona oeste – São Paulo. Telefone: (11) 3023-0316/ 3023-2229
Diariamente: das 6h às 18h (no horário de verão vai até 19h)
Entrada franca

Parque Estadual do Jaraguá

O parque, que fica a 800 metros da Estação Vila Clarice da CPTM, tem diversas trilhas que levam ao Pico do Jaraguá, o ponto mais alto da cidade de São Paulo. Lá, em um dia sem tanta poluição, é possível avistar um raio de 55 quilômetros.

Rua Antonio Cardoso Nogueira, 539 – Pirituba. Telefone: (11) 3943-5222
Diariamente: das 7h às 17h
Entrada franca



SHOWS

Grito Rock

O festival Grito Rock, que está em sua 11ª edição acontece como alternativa ao Carnaval tradicional. São três dias de apresentações com nomes da música brasileira, como Thiago Pethit e Edgar Scandurra.

Auditório Ibirapuera
Avenida Pedro Álvares Cabral, S/N - Portão 3 – Moema, zona sul - São Paulo. Telefone: (11) 3629-1075
Sex. (8/2): às 21h — Thiago Pethit convida Lobão, Cida Moreira e Michelli Provensi
Sáb. (9/2), às 21h — Grito pela Paz – espetáculo com Z’África Brasil, Veja Luz, Wesley Noog, Zinho Trindade. Versão Popular, Aderbal Ashogun, Luan Luando, Washington Gabriel, Sampa Masters, Grupo Odara, Baltazar, Binho, Marcus Pezão
Dom. (10/2): às 19h — Edgar Scandurra & Les Provocateurs convidam Wanderleia
Entrada franca

Mundo Livre S/A

O quinteto de Pernambuco que tem Fred04 à frente mostra seu trabalho mais recente: “Novas Lendas da Etnia Toshi Babaa” (2011). No repertório, sucessos do “Samba Esquema Noise” (1994), primeiro álbum da carreira do grupo expoente do mangue beat.

Sesc Santana
Avenida Luiz Dumont Villares, 579, Santana – zona norte - São Paulo. Telefone: (11) 2971-8700
Sáb. (9/2): 21h; dom. (10/2): 18h; seg. (11/2) e ter (12/2): 18h
Ingresso: R$ 16
Classificação: 18 anos

Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo



Sob a regência da jovem mexicana Alondra de la Parra, a Osesp executa clássicos de Beethoven, como "Abertura Leonora no 3, Op. 72" e "Sinfonia no 5 em Dó Menor, Op. 67".

Sala São Paulo
Praça Júlio Prestes, 16, Campos Elíseos, centro - São Paulo. Telefone: (11) 3223-3966
Ingresso: R$ 15
Sex. (8/2) e sáb. (9/2): às 19h30
Classificação: Não recomendado para menores de 7 anos



CINEMA

Tainá — A Origem

Tainá (Wiranu Tembé) fica órfã ainda bebê. Ela é criada pelo pajé Tigê (Gracindo Jr) e sonha em ser a primeira guerreira menina da aldeia. Ela conhece Laurinha (Beatriz Noskoski) e é grande amiga do índio Gobi (Igor Ozzy). Juntos, eles buscam informações da origem de Tainá e lutam contra Vitor (Guilherme Berenguer), um contrabandista de madeira que está por trás do desmatamento da floresta.

Os Miseráveis

Na França do século 19, o ex-prisioneiro Jean Valjean (Hugh Jackman) é perseguido há anos pelo implacável policial Javert (Russell Crowe), depois que ele violou sua liberdade condicional ao roubar os candelabros de prata da igreja. Anos depois, agora rico e com uma nova identidade, Valjean conhece Fantine (Anne Hathaway), uma de suas ex-funcionárias de sua fábrica, que implora a ele que cuide de sua filha Cosette (Isabelle Allen). O encontro entre os dois muda suas vidas para sempre.


Veja horários e salas de exibição:
http://www.cineclick.com.br/


Fonte: R7 Notícias

Bom Entretenimento à Todos!
Edna MarS

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Temperatura na Antártida sobe mais que a média global





 O oeste da Antártida está esquentando em um ritmo que é o dobro do estimado anteriormente, segundo estudo publicado  na "Nature Geoscience".

A média anual de temperaturas na estação de pesquisa Byrd, no oeste do continente, aumentou 2,4 º C desde a década de 1950, um dos crescimentos mais rápidos do planeta e três vezes mais veloz que a média global, segundo a pesquisa.


O achado dá força ao temor de que a camada de gelo esteja sujeita a derretimento. O oeste da Antártida contém gelo suficiente para aumentar o nível do mar em 3,3 metros se um dia derretesse, um processo que pode levar séculos.

"A porção ocidental da camada de gelo está sofrendo quase o dobro do aquecimento estimado antes", diz nota publicada pela Universidade Ohio State sobre o estudo liderado pelo professor de geografia David Bromwich.

Segundo a universidade, o aquecimento levanta preocupação sobre a contribuição futura da Antártida no aumento do nível do mar. No último século, os oceanos avançaram cerca de 20 cm.

Um painel de especialistas da ONU prevê que o nível do mar aumentará entre 18 e 59 cm neste século ou até mais, caso o degelo da Groenlândia e da Antártida se acelere.

GELEIRAS

O aumento nas temperaturas no oeste do continente é comparável ao que ocorreu na península Antártica, ao norte. Muitas plataformas de gelo entraram em colapso ao redor da Antártida nos últimos anos e, uma vez que as plataformas se quebram, as geleiras por trás sofrem deslizamentos mais rápido, aumentando o nível do mar.

Os cientistas dizem que já houve um derretimento esparso das camadas de gelo no oeste do continente em 2005.

"Um aumento contínuo das temperaturas no verão poderia levar a episódios de derretimento mais extensos e frequentes", dizem os pesquisadores, que refizeram o registro de temperatura no oeste da Antártida desde 1958, com a ajuda de simulações feitas por computador.

Fonte: Reuters via Folha de S.Paulo


Uma boa ocasião para refletirmos sobre o quanto estamos sendo responsáveis
 por este aquecimento global, quando não reciclamos o lixo, não contribuimos com a camada de Ozônio,evitando o uso de aerosóis e outros entraves cotidianosque deixamos passar ao largo ,
sem prestar atenção aos nossos hábitos diários de vida moderna e os  danos que estes atos
inconscientes podem causar ao meio ambiente e planeta em que vivemos..
fica aqui uma pausa para posterior reflexão...

Abraços Cordiais,

Edna MarS

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender



  Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender
 (Por Luis Fernando Veríssimo)







1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".

8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca.
Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

(Luís Fernando Veríssimo)


Pense nisso...
Boa semana!


sábado, 2 de fevereiro de 2013

Pesquisador alerta para ameaca de extinção de um dos menores golfinhos do mundo



Toninhas:
 Pesquisador alerta para ameaca de extinção de um dos menores golfinhos do mundo

Cetáceo encontrado na América do Sul, a toninha está em risco de extinção, além de bastante ameaçada pela pesca de emalhe – modalidade feita com as chamadas redes de pesca passivas, nas quais os animais ficam presos em suas malhas devido ao seu próprio movimento. O alerta é do pesquisador do Laboratório de Mamíferos Marinhos da Universidade Federal do Rio Grande (UFRG), Emanuel Carvalho Ferreira.

“A pescaria de emalhe é o que mais afeta e põe em risco esse animal. A toninha é uma espécie costeira que habita águas rasas e, muitas vezes, as áreas de pesca sobrepõem com as de ocorrência da toninha”. O cetáceo é uma das menores espécies de golfinho do mundo e pode ser encontrado em águas de até cerca de 35 metros de profundidade, da costa do Espírito Santo à Argentina. O animal tem coloração parda-marrom, bico comprido e mede entre 1,30 e 1,70 metro.

A pesca de emalhe acaba levando à captura acidental e à morte de quase mil toninhas por ano, somente no Rio Grande do Sul, disse o pesquisador . Ele é autor da pesquisa A Mortalidade de Toninhas nas Pescarias de Emalhe na Costa Sul do Rio Grande do Sul. O estudo constatou que, se fosse proibida a pesca em águas consideradas rasas, a área de proteção ambiental poderia diminuir em até 75% a captura desses animais. Ferreira explicou que a pescaria de emalhe vai de 5 a 150 metros de profundidade. “É uma pescaria direcionada para peixes de fundo”.

A pesca de emalhe é denominada passiva porque a rede é deixada na água por algumas horas antes de ser recolhida. “Hoje em dia o problema é com o tamanho das redes”, disse o pesquisador. Até pouco tempo encontravam-se redes com até 35 quilômetros de extensão. “Uma rede com 35 quilômetros de extensão deixada no mar por seis a oito horas, vira uma barreira não só para a toninha, mas para qualquer espécie de vida marinha que pode ser capturada pela pesca”.




Ferreira quer sensibilizar as autoridades governamentais para que delimitem a pesca de emalhe somente para águas profundas e que as redes atinjam o tamanho de 7,5 quilômetros de extensão, fixado como preferencial para essa prática no Plano Nacional para a Conservação da Toninha, elaborado pelo Ministério do Meio Ambiente e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

No ano passado saiu a regulamentação desse tipo de pesca. A norma estabelece o escalonamento do tamanho das redes. Enquanto na costa do Rio Grande do Sul, as embarcações grandes não podem levar redes com mais de 16 quilômetros, em outros estados, como Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, são permitidas redes com até 18 quilômetros de extensão.

“É preciso diminuir mais”, disse Ferreira. Para ele, o escalonamento é um ponto de partida, embora o ideal, preconizado no Plano Nacional para a Conservação da Toninha, sejam redes com até 7,5 quilômetros. O plano determina que o tamanho das redes diminua de forma gradual ao longo dos anos. Ferreira defende que isso ocorra com urgência, uma vez que essa modalidade de pesca não ameaça somente a toninha.

“Atinge espécies de tartarugas, algumas aves e espécies de tubarões ameaçados de extinção, que se reproduzem em regiões rasas”. É o caso do tubarão-cação anjo, cuja captura comercial já está proibida. Se a pesca for proibida nessas regiões, o pesquisador acredita que o ecossistema marinho será preservado.



Fonte: Agencia Brasil

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Em Nova Delhi-India-Campanha de Solidariedade ao povo Tibetano



O 2º dia da "Campanha de Solidariedade povo Tibetano" começou com uma oração inter-religiosa
realizada em Rajghat. Representantes líderes religiosos conduziram a reunião de oração budista, Cristã, Islâmica, Janaísta, hindu, sikhs, Bahai e judaica.
H.E. Kirti Rinpoche, o chefe religioso de Kirti Mosteiro, junto com mais de 700 monges budistas tibetanos participaram da reunião de oração, que foi assistida por mais de 7.000 pessoas.



 



Campanha de Solidariedade ao povo Tibetano em Nova Delhi-India

Aqui estão alguns dos pronunciamentos na Campanha de Solidariedade ao Povo Tibetano.
em NOVA DÉLHI, 30 de janeiro de 2013:



A quatro dias campanha de solidariedade ao Tibete começou com uma nota alta política na capital indiana, hoje, com os principais líderes Indianos do Parlamento Indiano expressaram seu apoio e solidariedade com o Tibete.
Mais de 5.000 pessoas, incluindo 4.500 tibetanos da Índia, Nepal, Butão e cerca de um milhão de apoiantes indianos encheram o Estádio Talkatora carregando Bandeiras Tibetanas e faixas pedindo a liberdade do Tibete e apoio internacional.
Alguns dos pronunciamentos selecionados pelo jornal Payul:

"A liberdade política no Tibete é inexistente. Qualquer pessoa que levanta slogans pedindo a longa vida de Sua Santidade o Dalai Lama ou sobre a independência do Tibet é enviado para a prisão, " Tsering disse, ao chamar para um maior apoio dos chefes de governos de todo o mundo.

"Fazer apenas declaração não é suficiente. Os líderes mundiais deveriam dizer ao governo chinês que a questão do Tibete precisa ser resolvido para o interesse da China."

Dr. Lobsang Sangay Sikyong, observou que "a ocupação e repressão inaceitável insuportável da China levou à auto-imolações de 99 tibetanos desde 2009."
O primeiro-ministro tibetano enfatizou que os tibetanos no Tibete estão "determinados a recuperar a liberdade" e tibetanos fora estão "determinados a tomar isso como um dever sagrado para apoiá-los."

"Os tibetanos no Tibete têm falado. Os tibetanos no exílio tambem falam - nós acreditamos que vamos recuperar a nossa liberdade e Sua Santidade o Dalai Lama vai voltar ao Tibete, não apenas em nossos corações, mas acreditamos em nossas razão também", Sikyong Sangay disse.
Ele acrescentou que o espírito tibetano, o senso de solidariedade e sentido de unidade são "tão forte quanto podem ser."

"Os tibetanos estão unidos, os nossos espíritos a nossa altura, nosso senso de solidariedade forte. Por isso, na nossa cabeça e no nosso coração, nós acreditamos que nosso dia vai chegar em breve ", Sikyong Sangay disse. "Esta será a melhor história do século 21."

"Estou aqui representando o partido da oposição princípio e o partido no poder é representado por dois dos meus colegas parlamentares", disse Advani.
"Nós nos sentimos tocados por seu amor para a Índia e nos sentimos inspirados de sua aspiração de ver que você é capaz de voltar ao Tibete".

"Eu gostaria de ver a Índia ter sucesso em todos os aspectos, considerando as expectativas que você tem da Índia e eu vou falar com o meu próprio povo e apontar como estamos falhando na responsabilidade que temos."




MP Priya Dutt, falando em nome do Partido do Congresso, expressou sua preocupação e solidariedade com o povo do Tibete e homenageou os tibetano que morreram em protesto.

Ela ressaltou que os "direitos étnicos e culturais dos tibetanos devem ser reconhecidos, protegidos e respeitados.""Agradecemos a Sua Santidade o Dalai Lama por a sua presença no nosso país e para a sua bênção para todos nós", disse Dutt. "Nós todos estamos unidos por esta causa e eu saúdo o espírito e determinação do povo tibetano".

MP Dr. Hassan Khan, representante da Conferência Nacional e Dr. EM Sudarsan Natchiappan do Congresso, também abordou o encontro.O primeiro dia da Campanha do de Solidariedade ao Povo Tibetano concluiu com a recitação das "Orações das palavras da verdade."

Vejam mais detalhes em:
http://www.phayul.com/news/article.aspx?id=32950&article=Top+Indian+leaders+pledge+solidarity%2C+support+for+Tibet

O Kashag e Parlamento tibetano no exílio, Administração Central Tibetana, com sede em Dharamsala, Índia estao em Campanha de Solidariedade do povo tibetano de 30 janeiro - 2 fevereiro 2013, em Delhi. O objetivo da campanha é a de expressar solidariedade com os tibetanos no Tibete, sensibilizar e buscar apoio internacional para a trágica situação no Tibete.
E eles nao estão poupando esforços para isso. Vários exilados arregaçaram as mangas e estão dando suporte a esse evento que merece todo o nosso apoio.
Acompanhem:
pagina da CTA
http://tibet.net/2013/01/29/joint-press-conference-by-sikyong-dr-lobsang-sangay-and-speaker-of-tibetan-parliament-penpa-tsering/#

Ou visitem a pagina do Sikyong Lobsang Sangay no facebook, que vem postando todas as ações quase que em tempo real.




"O mundo precisa de Paz!"

Edna MarS
ARTFORUM Groups-SP

Amado re-estréia no Teatro do Sesi-SP


Olá!Pessoal!
Depois de algum tempo sem postagens, cá estou  aqui novamente e desta vez, aproveitando a temporada de Teatros  com magníficos shows direcionados á arte e a cultura,que voce poderá encontrar na cidade de São Paulo!

Hoje a dica vai para Instituto Brincante



Sucesso de público em sua temporada 2012, o espetáculo juvenil Amado, prestigiado por mais de 16 mil pessoas, volta ao palco do Teatro do SESI-SP
 para sete apresentações.

A montagem é uma homenagem a um escritor que soube, magnificamente,
 traduzir a alma coletiva do povo brasileiro.

Nove artistas do Instituto Bricante reinventam personagens e conflitos das obras de Jorge Amado




Prestigiado por mais de 16 mil pessoas em 2012, o espetáculo juvenil Amado volta ao palco do Teatro do Sesi-SP para sete apresentações gratuitas a partir de quarta-feira (30/01), às 21h.

Primeira peça criada pelo Instituto Brincante, a montagem é encenada por integrantes da instituição e tem consultoria artística de Antonio Nóbrega e direção e roteiro de Rosane Almeida. Em breve, ganhará versão cinematográfica.

Inspirada na obra de Jorge Amado, a peça não só traduz a obra do autor baiano para o teatro, mas também a maneira como ele criou suas histórias e personagens. Com canções interpretadas ao vivo e performances de dança, o espetáculo é uma grande festa. No elenco estão nove artistas (professores e ex-alunos do Instituto Brincante) com rigorosa formação em dança, música, circo e teatro, e uma visão lúdica do fazer artístico.

Variadas formas de amor

Seguindo o modelo dos espetáculos populares, as linguagens artísticas (canto, dança, teatro e circo) dialogam para refletir um tema central: o amor. A peça retrata diversos personagens encontrados na obra de Jorge Amado, dando destaque às variadas formas de amor com as quais o autor contextualizou esses personagens, como o amor pela cachaça e pelo jogo encontrado em Vadinho (Dona Flor e Seus Dois Maridos); o amor pela confusão e pela briga, característicos de Baldo (Jubiabá); ou o amor pelo sonho de Vasco Moscoso (O Capitão de Longo Curso).



Amado se propõe a compreender as inspirações do autor baiano e a utilizá-las em todas as formas de linguagem possíveis no palco. Os desfiles de tipos populares, a ênfase no Brasil mestiço, o humor e a beleza do povo brasileiro são alguns dos elementos utilizados em cena e reunidos em vários esquetes contados de maneiras diferentes.

Rosane Almeida, que assina o roteiro e a montagem de Amado, buscou estreitar o universo de afinidades entre a obra de Jorge Amado, sobretudo de seus personagens, e os elementos e contextos da cultura popular brasileira, grande fonte de pesquisa e inspiração para o Instituto Brincante no desenvolvimento e na formação de artistas brasileiros.

Música e poesia

A trilha sonora de Amado, formada por composições e arranjos autorais do elenco, é uma síntese dos ritmos brasileiros e explora o melhor da música instrumental do país. As letras transmitem poeticamente as passagens mais significativas da obra de Jorge Amado e as canções são interpretadas ao vivo.

Segundo a diretora Rosane Almeida, montar um espetáculo em homenagem aos 100 anos de Jorge Amado foi um presente para o Instituto Brincante. “Desde sua origem, o Brincante tem se caracterizado como um local de estudo e reinterpretação de uma generosa cultura que vêm subsidiando trabalhos inovadores de educação”, finaliza a diretora.

Ficha técnica

Direção e roteiro: Rosane Almeida
Texto: Marcelino Freire em colaboração com Luan Maitan e elenco
Assistente de direção: Antônio Meira
Direção musical: Leonardo Gorosito
Consultoria artística: Antonio Nóbrega
Elenco: Alencar Martins, Antônio Meira, Carla Passos, Cristiano Meireles, Fláira Ferro, Flora Popovic, Leonardo Gorosito, Rosane Almeida e Saulo Bortoloso
Produção executiva: Fernanda Assis

Serviço

Espetáculo Amado
Local: Teatro do Sesi São Paulo (Av. Paulista, 1313, Metrô Trianon-Masp).
Apresentações:
30 e 31 de janeiro (quarta e quinta-feira, às 21h); 1º, 2 e 3 de fevereiro
 (sexta-feira e sábado, às 21h; e domingo, às 19h30); e 6 e 7 de fevereiro (quarta e quinta-feira, às 21h)
Agendamentos escolares e de grupos: de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 17h, pelo telefone (11) 3146-7439
Capacidade: 456 lugares
Duração: 75 minutos
Classificação indicativa: livre
Informações: (11) 3146-7405

Entrada franca
– a distribuição dos ingressos tem início a partir da abertura da bilheteria, no dia do evento.
Podem ser retirados dois ingressos por pessoa
Horário de funcionamento da bilheteria: de quarta a sábado, das 12h às 20h30; e aos domingos,
 das 11h às 20h.

Leia mais

Acompanhe a programação cultural do Sesi-SP no site:
www.sesisp.org.br/cultura


Fonte: SESI-SP Cultura
Fiesp

Bom entretenimento  à Todos!


Veja Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Edna MarS"