domingo, 3 de julho de 2011

Vamos apoiar Suu Kyi e o bravo povo de Mianmar:




Caros amigos,



O futuro de Aung San Suu Kyi e seu extraordinário movimento pela democracia em Mianmar está por um fio nesta semana, e nós poderemos fazer a diferença.

Suu Kyi tem lutado bravamente para que o regime militar liberte os milhares de monges e ativistas pacíficos que estão sendo mantidos em prisões desumanas, alguns em exíguas gaiolas de cão. De forma sem precedentes, milhares de cidadãos de Mianmar arriscaram sua própria segurança para se juntar ao apelo de Suu Kyi em prol da liberdade através de uma petição on-line! Ontem o regime emitiu uma ameaçadora advertência dirigida a Suu Kyi. Neste exato momento, os generais podem estar decidindo entre optar pelo diálogo ou por outras brutais medidas repressivas.

É aí que podemos entrar.

Os ativistas de Mianmar já pediram ajuda ao resto do mundo, dizendo que a pressão exercida pela comunidade internacional é decisiva para evitar violência e libertar os presos políticos. Vamos apoiar Suu Kyi e o bravo povo de Mianmar: assine a petição e envie-a à União Europeia, Índia e outros governos de peso que podem pressionar o regime autoritário daquele país. Siga o link abaixo para incluir sua assinatura na petição e encaminhe este e-mail para aumentar a força de nosso protesto:

http://www.avaaz.org/po/stand_with_aung_san_suu_kyi/?vl

A pressão internacional, inclusive de uma gigantesca campanha da Avaaz, ajudou a libertar Aung San Suu Kyi, que passou 15 anos em detenção.

Mas mais de 2000 presos políticos continuam em prisões imundas,

alguns em exíguos canis infestados de piolhos e normalmente usados para cães militares.

Suu Kyi tem realizado amplas consultas ao povo de Mianmar desde que foi libertada e agora, ao fazer pressão para a libertação de presos políticos, está dando seu primeiro grande passo para exigir do regime autoritário uma reforma.

O futuro de Mianmar pode depender da reação do atual governo.

Suu Kyi liderou o partido que venceu a última eleição verdadeira e democrática em Mianmar, em 1992.

Após um golpe militar, o bravo povo de Mianmar manteve um movimento pacífico e não-violento pela democracia e direitos, ganhando em troca assassinatos, tortura e intimidação.

Sob a pressão de adversidades econômicas, sanções internacionais e disputas internas no país,

a junta militar tem tentado estabelecer uma falsa democracia, mas o movimento de Suu Kyi ainda está banido e a campanha pela libertação de prisioneiros é um teste decisivo para ver se os generais permitirão uma reforma real.

Mianmar já sofreu demais. Vamos apoiar esta mulher incrível e ajudá-la a pôr seu país no caminho da democracia. Siga o link abaixo para incluir sua assinatura na petição e encaminhe este e-mail para chamar mais pessoas para nossa campanha:

http://www.avaaz.org/po/stand_with_aung_san_suu_kyi/?vl

Nossa comunidade já deu apoio ao povo de Mianmar muitas vezes. Nossa gigantesca petição e campanha publicitária realizada em 2007 ajudaram a criar, na época, um nível sem precedentes de protesto internacional contra as medidas repressivas do governo. Os membros da Avaaz também fizeram doações para prestar apoio técnico e treinamento a ativistas de Mianmar vítimas de cortes de acesso à internet e telefone, e enviamos milhões de dólares e euros na forma de fundos de ajuda humanitária após um devastador ciclone. Agora, o povo de Mianmar está pedindo novamente ajuda.

Vamos responder a esse apelo!

Com esperança e determinação,

Stephanie, Alex, Pascal, Giulia, Ricken, Brianna, Morgan, Emma e o resto da equipe da Avaaz

SOBRE AUNG SAN SUU KYI:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Aung_San_Suu_Kyi


FONTES

Mianmar adverte Nobel da Paz sobre atividades políticas
http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,mianmar-adverte-no...

Conflito entre Exército e minorias se intensifica em Mianmar
http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5187393-EI8143,00-...

Governo de Miamar exige o fim das atividades políticas de Suu Kyi
Linkhttp://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5gJnS2tiW6nnudlAo...

Suu Kyi pede comissão de investigação da ONU sobre DH em Mianmar
http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5i8ZrBZ2hBfbIq8nq...

Birmânia: Governo avisou Suu Kyi que lidera partido ilegal
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=518571


Apoie a comunidade da Avaaz! Nós somos totalmente sustentados por doações de indivíduos, não aceitamos financiamento de governos ou empresas. Nossa equipe dedicada garante que até as menores doações sejam bem aproveitadas

-- clique para doar.



A Avaaz é uma rede de campanhas globais de 9 milhões de pessoas
que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas internacionais. ("Avaaz" significa "voz" e "canção" em várias línguas).
Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 13 países de 4 continentes, operando em 14 línguas.
Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebook ou Twitter.

Esta mensagem foi enviada para shaktybeatriz@gmail.com.
Para mudar o seu email, língua ou outras informações, entre em contato pelo link
http://www.avaaz.org/po/contact/?footer.
Para entrar em contato com a Avaaz,
escreva para nós no link
www.avaaz.org/po/contact.


*

Por amor, assine... e ajude a divulgar nas suas listas:

São seres como esses que o Planeta precisa.

E compartilho, também, uma ótima leitura de assuntos os quais venho estudando faz tempo:

http://www.filosofiaesoterica.com/ler.php?id=970

O artigo faz diversas citações de Aung San Suu Kyi.

Delas destacamos a seguinte, em que ela aborda com lucidez a luta complexa entre ética e corrupção:


Não é o poder que corrompe. É o medo. O medo de perder o poder corrompe aqueles que o detêm, e o medo de ser oprimido pelo poder corrompe os que a ele estão sujeitos.”



Nenhum comentário:

Veja Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Edna MarS"